Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




10 anos e a somar - ou parabéns a nós

por t2para4, em 27.01.15

Janeiro é um mês de comemorações, mesmo quando surgem depois das Festas. Foi o mês escolhido, por nós, há dez anos para casarmos. E o 1º registo de casamento na nossa localidade em 2005.
Apesar de acharmos que 10 anos mereciam algo inesquecível, as circunstâncias atuais não nos permitem extravagâncias nem ausências (trabalho e escola), pelo que, ficámos apenas - para já - com uma comemoração familiar e caseira, muito home made by us.

 

10 anos é imenso tempo. Vivemos coisas incríveis a dois e depois a quatro. Passeámos e viajámos imenso. Planeámos imenso. Trabalhámos imenso. Comprámos e vendemos coisas. E continuámos a planear e a trabalhar. Fomos pais. Fomos pais de gémeas. Enfrentámos adversidades que não desejamos a ninguém. Sempre juntos.
Confesso que, às vezes, duvidava que conseguimos aguentar tanta coisa, apenas e somente os dois. Mas acho que o segredo é ser mesmo esse. Confiar e seguir. Conversar e ser honesto. Amar e ser amado. Sem pedir nada em troca.

 

Orgulhamo-nos de ser do contra: contrariámos estudos que diziam que x% dos casais se divorcia quando são pais de gémeos; contrariámos mais estudos que diziam que x% dos casais não passa dos 7 anos de casamento; contrariámos estudos que diziam que x% dos casais não aguenta o casamento quando os filhos são diagnosticados com qualquer coisa; contrariámos estudos que diziam que o autismo é a maior causa de divórcio entre x% de casais; contrariámos estudos que diziam que x% dos casais não aguenta a vida familiar com a vida doméstica com a vida pessoal com a vida profissional.
Nem sempre foi fácil gerir tensões e pequenos conflitos que surgiram mas esforçamo-nos para que coexistemos num ambiente saudável e harmonioso, para que as nossas filhas cresçam rodeadas de amor e compreensão mesmo quando há situações tão complicadas para resolver. Queremos, acima de tudo, que as nossas filhas percebam que a norma é darmo-nos bem e amarmo-nos.


Com a celebração adiada para o verão (talvez... é no que dá casar duas vezes com a mesma pessoa), contei com a ajuda das piolhas para termos um ambiente festivo em casa. O menu não foi nada de especial mas optámos por um prato de que gostássemos muito.
Então:
- canja (a pedido das piolhas que adoram canja)
- arroz de cabidela
- bolo de aniversário

 

E, já que era para ser especial, toca de experimentar a pasta americana. Afinal é mais fácil de trabalhar do que pensei. Vi uns quantos vídeos no youtube sobre como amassar, alisar e moldar e arrisquei. Comprei pasta branca e colorida. Fiz um bolo de iogurte banalíssimo (com aproveitamento de umas bananas já demasiado maduras), cobri com leite condensado, recheei de leite condensado, depois de frio, e cobri com a pasta branca, enrolada no próprio rolo da massa. Alisei tudo direitinho, de modo a ficar sem grumos/emendas/falhas/dobras e cortei o excedente com um cortador de pizza. Amassei e guardei essa pasta, embrulhada em película aderente, na despensa até voltar a precisar.
Com cortadores em forma de coração, de vários tamanhos, cortei a decoração, passei os corações pequeninos por açucar refinado e apliquei, levemente humedecida com água. Levei ao frigorífico et voilà. Mais simples do que pensei.

E as piolhas encaram tudo como um aniversário com direito a "parabéns" e velas sopradas.

 

as1.jpg

 

asd.jpg

 

asz.jpg

 

Outros planos estão pensados para este ano, se tudo correr de feição. Nessa altura, fazemos de conta que (re)comemoramos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Ilda a 02.02.2015 às 11:01

Adorei ler o seu post, pois eu também casei duas vezes com a mesma pessoa e já faz 27 anos, também todos os anos digo que hei de festejar de maneira diferente, mas até a data ainda não o fiz! 
Bjs e boa continuação
Ilda
Imagem de perfil

De t2para4 a 02.02.2015 às 11:40

Obrigada!!
Muitos parabéns também para si! 27 anos é uma vida!!
Beijinhos!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens