Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em recuperação - a vários níveis

por t2para4, em 10.02.12

Ora, por cá, ando completamente grogue: voz sexy em tom nasalado e rouco, nariz brilhante à Rudolfo por causa dos cremes hidratantes e do constante assoar, cocktail paracetamol-ibuprofeno-antihistamínico-xarope de cenoura enquanto houver fígado que aguente e bora lá prá frente qu'atrás vem gente!

 

Como posso eu faltar ao trabalho, doente ou não, se (1º) o dinheiro faz falta, (2º) o dinheiro faz falta, (3º) a questão das faltas ao serviço é tão complicada que só me lixa em termos contratuais?

 

Um exemplo concreto: piolhas com febre e a educadora telefona-me. Falo ocm o chefe que me deixa sair para as ir buscar. Pondero deixá-las na avó e voltar ao trabalho mas, azar, a bivó caiu e magoou-se forte e feio e a avó foi com ela ao hospital (está lá desde as 14h e ainda não sabemos o que terá acontecido. A bivó já tem 80 anos...). Falei com a pessoa responsável pela aceitação das nossas ausências e substituições - não é dos recursos humanos -, explico que não tenho onde deixar as piolhas e que faltarei a meio dia de trabalho, como posso justificar isso ou descontar nas férias. Resposta: "oh querida, sem papel, tens falta injustificada". Just fucking great, hein?! Nem sequer me deixou falar da hipótese de descontar a merd@ de uma porcaria de uma tarde na merd@ das férias e estava com o chefe ali ao lado!!!!!! Eu quero lá saber se gozo 18 dias ou 17 dias e meio! Isto enerva-me brutalmente porque eu sei que há alternativas mas muito má vontade em aplicá-las.

Lá fui eu ao centro de saúde com piolhas com febre de 2h, falar abertamente com a médica sobre esta situação - que compreendeu - e a consulta acabou por ser mais para mim do que para elas - que estavam bem, só tinham febre e tosse, enquanto eu estou mesmo constipada.

Já tenho o raio do papel e dá mesmo vontade de dizer a essa sra para o enfiar num certo departamento.

 

Basicamente, a minha recuperação, este fim de semana, tem que passar por me livrar desta constipação e da memória de que há gente muito parvinha ao cimo da Terra... E pensar que tenho um salário, um emprego (agradecer por isto!) e até gosto do que faço. Quem estou eu a enganar? Adoro o que faço! Só tenho mesmo pena que surjam situações destas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.02.2012 às 11:42

Pois, eu andei 10 dias a trabalhar com febre, pq o dinheiro faz-me falta e o dinheiro faz-me falta e o médico não me queria passar antibiótico e só ao fim de 1o dias é que se convenceu que eu não ia lá sozinha, andei mesmo a trabalhar de rastos. Mas estou como tu, tenho emprego e salário e até gosto do que faço. Beijinho grande e as melhoras para todos.
Imagem de perfil

De t2para4 a 11.02.2012 às 15:29

As melhoras para esses lados. Espero que, com o antibiótico, a recuperação seja mais rápida. Por aqui está demorada... E só espero que estes sacrificios sejam mesmo recompensados futuramente... 
Beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens