Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Apanhar cacos - parte 3

por t2para4, em 21.05.12

Chegou ao fim, finalmente, e sinceramente, espero e desejo que não haja mais volta.

A minha irmã teve uma enorme coragem para dizer que "enough is enough". Foram quase 8 anos de namoro perdidos e uns quantos meses de casamento infeliz, desde o 3º dia - altura em que regressaram de lua de mel.

Não sei se se poderá considerar violência doméstica mas, sim, ela foi vítima de algum tipo de violência, principalmente a nível psicológico. Tudo o que de mau acontece, ela acha-se culpada... Nunca pode contar com a presença dele para nada, desisitiu de uma série de projetos pessoais por ele, chegou ao ponto de não ocnfiar nele e de ter medo dele. Não é normal.

 

Temos estado a torcer por ela e a dar-lhe força. Claro que só o tempo curará esta ferida tão estupidamente aberta. E, claro, que só o tempo lhe mostrará que ela teve a infeliz sorte de casar com um traste que lhe ia arruinando a vida. Sem que ninguém à sua volta se apercebesse do que se passava... Ela verá que ele sempre foi um covarde e que ela merece bem melhor. Tem o apoio de todos nós e as piolhas para a ensinar a voltar a sorrir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Elsa a 23.05.2012 às 14:44


Normal não deveria ser, mas infelizmente acontece e mais do que julgamos.
Ainda bem que ela pôs termo a esse casamento, ainda bem que tem a família a apoiar pois isso é demasiado importante para ela voltar a ganhar confiança nela própria.
Espero que tudo de bom lhe aconteça a partir de agora. Os anos que passou na companhia de tal pessoa chegam e sobram para o resto da vida.
Não a conheço, mas passei por uma situação idêntica, só que eu aguentei 17 anos, entre namoro e casamento.
Imagem de perfil

De t2para4 a 23.05.2012 às 21:08

Elsa, agradeço o seu comentário e palavras de força. Lamento muito que tenha passado por algo idêntico mas aprecio a sua sinceridade e coragem para ter desistido desse casamento e ter seguido em frente.
A minha irmã só agora se apercebeu da verdadeira natureza do traste do (ex)marido... E já não lamenta a decisão que tomou. Está a sofrer muito, tanto que me custa não poder fazer mais nada por ela do que ouvi-la, enxugar-lhe as lágrimas e falar com ela... 
Mas há de passar...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens