Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Visita ao pinhal

por t2para4, em 27.09.12

Faz parte dos nossos planos sair com as piolhas para fazer percursos pedestres e percorrer algumas rotas indicadas e sinalizadas na nossa serra. Achoq ue, quer pela proximidade com a Natureza quer pelo passeio em si, as piolhas só têm a ganhar. 

Mas... tinha que experimentar levá-las a um ambiente desse género antes de nos metermos em aventuras. Perto da casa dos meus pais há alguns pinhais por onde me aventurei imenso quando era miúda e onde costumávamos ir apanhar pinhas com amigas ou com a minha irmã. Esses pinhais ainda existem e pedi ao meu pai para ir connosco. Sugeriu um que está limpo e foi uma preciosa ajuda com as piolhas pois elas, já se sabe, têm uma noção muito reduzida do que é perigoso e não quis ir sozinha com elas.

Assim, recolhemos folhas das árvores do pinhal (que tem bem mais do que pinheiros) e arredores, encontrámos alguns frutos no chão e um vaso de resineiro quase intacto (que trouxe comigo em memória de um trabalho que fiz num museu etnográfico em tempos idos) - que acabou por servir para colocar figos que apanhámos no quintal, depois -, aprenderam-se os nomes das plantas mais comuns da nossa serra e passámos um bom bocado.

 

As piolhas correm muito, óbvio, o que lhes valeu algumas quedas em raizes e a aquisição de que a caruma pica e talvez seja boa ideia andar mais devagar; o avô teve que ir buscar uma delas à orla do terreno (fica uns 2 ou 3 metros acima da estrada) e fazer cara feia dizendo que para ali não se podia ir; eu recolhi muitas folhas e afins para o nosso trabalho em casa.

 

Saídos do pinhal, viemos pelo quintal abaixo e apanhámos maçãs vermelhas sumarentas crunchy bem como figos pretos e ganhei uma abóbora para servir de panela de ir ao forno (uma aventura culinária para mais tarde).

 

 

 

 

 

 

Em casa, ensinei as piolhas a decalcar as folhas com lápis de cera e foi muito bom ver a cara de espanto delas ao verificarem que conseguiam fazer uma cópia exacta de todos os pormenores das folhas. Escolheram as cores e, à medida que iam mudando de folha, eu dizia-lhes que eram de castanheiro ou medronheiro ou carvalho ou videira, etc.

 

No final, fizemos colagens e fitacolagens das folhas e dos frutos e afins (com cola quente - eu fiz. Elas, além de terem tido medo do aspeto da pistola de cola quente, perceberam que era perigoso mexer naquilo) e a respetiva identificação, numa cartolina. 

 

 

 

 

Quando o pai chegou a casa, fizemos uma revisão do nosso fim de tarde com o avô - no pinhal - e em casa - comigo -, o que serviu para recapitular e interiorizar melhor os nomes das plantas e que tipo de frutos dão, como se chamava o local onde estávamos e que, por acréscimo, que é importante cuidar da natureza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Rainbow Mum a 28.09.2012 às 00:00

Uau!!! O meu tinha adorado esse dia :) Se há coisa que ele gosta é de anda pelo pinhal a apanhar pinhas, a ver os insectos, a fazer casinhas para as formigas com as folhas e pedrinhas. Adorei os trabalhos manuais... Ai que inveja! Não tenho jeitinho nenhum...
Imagem de perfil

De t2para4 a 29.09.2012 às 15:04

E por que não experimentas? Não precisas de ter jeito, só os materiais necessários (até podem ser folhas de rascunho) e vontade! O resto faz-se fazendo! O piolho iria adorar certamente e se não tiveres um pinhal perto, de certo que haverá um parque ou uma alameda ou um jardim botânico e como ele é todo dado a categorizar espécies com nomes estranhos ele iria gostar de saber quais os "verdadeiros" nomes das árvores. Experimenta!
Imagem de perfil

De BECAS a 28.09.2012 às 15:59

Adorei o trabalho q fizeste com elas, e o passeio foi divertido e didáctico.
Parabens pelo excelente trab q fazes diariamente. bjs
Imagem de perfil

De t2para4 a 29.09.2012 às 15:01

Obrigada! Beijos para vocês
Sem imagem de perfil

De Silvia Pereira a 29.09.2012 às 00:50

Olá,


Que dia fantástico, é mesmo bom ver que as pequenas se divertiram e os trabalhos maravilhosos. Talvez copie a ideia para fazer com a minha pequena..... Mesmo sem ter jeito sempre é tempo de qualidade com a mãe:-)


Bjinhos
Imagem de perfil

De t2para4 a 29.09.2012 às 15:01

Copia sim e experimenta! Não precisas de ter jeito, apenas vontade! Ela vai gostar certamente até porque, além da área criativa, estarás também a trabalhar a área sensorial. 
Bom trabalho!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens