Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ingredientes:

 

- 2 crianças gémeas com PEA

- 80% da véspera de ano novo passada aos gritos e guinchos

- 80% do dia de ano novo passado aos gritos e guinchos

- choro, baba e ranho em doses industriais

- pessoas conhecidas q.b.

- dois avós

- uma tia com gripe

- pessoas desconhecidas q.b.

- uma visita aos presépios de Penela

- 2 pares de óculos de sol da Hello Kitty

- 1 carteira de aspegic 

- 1 caixa de benuron

- ressaca q.b.

- água a 60º

- horário de dormida às 21h30

 

Modo de preparação:

 

Comece o dia 31 de dezembro por preparar e arrumar tudo para sair. Tenha a certeza que as suas crianças com PEA começam o dia com os disparates do costume - oq ue até aí tudo bem -  e veja se evoluíem para destruição de brinquedos (de preferência os mais caros e que lhe custaram mais a pagar - a si! - e que elas tenham desejadao durante todo o ano). Enerve-se e reserve. 

Entretanto, certifique-se que as suas crianças passam das birrinhas habituais para o quadro autista: muitos gritos, muitos guinchos, muito atirar-se ao chão, muito barulho. Envolva tudo com o que já tinha reservado e mexa.

Saia de casa e dirija-se ao local onde passará o fim de ano. Coloque a massa rersevada a levedar até dobrar ou triplicar de volume acústico e atente no que lhe dizem os avós "Tu também eras assim", "estás a exagerar!", "tu eras só uma e eras bem pior que elas", "é genético preocuparem-se demais nesta família". Envolva cuidadosamente e deixe transbordar: junte no mesmo quarto as crianças com PEA aos guinchos na sua capacidade máxima, adicione baba/ranho/choro a gosto, salpique com vómitos e ameaças de limpezas profundas no colchão no último dia do ano, polvilhe com avós preocupados a engolir o que acabaram de dizer e a questionar o que se passava porque nunca as tinham visto assim e  certifique-se que a sua dor de cabeça comece a engrossar, acabando por fazer palpitar a nuca. Tome um benuron e aguarde. Deixe as crianças acabar de guinchar e gritar e ranhosar-se e aguarde.

Desfrute da aparente calma e deixe as crianças virem ter consigo. Entretanto, ponha a marinar o choro descontrolado e sem razão para servir ao jantar: junte as crianças e a restante família num ambiente calmo e familiar, adicione cansaço de todos os presentes, junte os ingredientes mais estanhos que tenha à mão e falhe todas as negociações. Sirva bem quente.

Certifique-se que, findas as comemorações de ano novo - outro benuron -, as crianças acordam às 7h30 do dia 1. Repita parte dos passos da receita anterior e passe 80% do seu dia entre gritos e guinchos, birras e cenas. Deixe-as fazer uma breve sesta no sofá da sala e arrisque uma saída, arrastando para isso a tia que começa a engripar. Dirija-se a Penela para ver os presépios e ceda ao pedido de comprar fichas para uma volta no carrocel. Compre 2 fichas e use uma porque a outra criança se recusa a sair dos braços da tia e começa aos gritos. Encha-se de vergonha e esqueça a ideia de pedir a devolução da ficha.

Visite o espaço onde está o presépio e sinta-se a ser puxado por cães de trenós, experiencie duas quebras de tensão fortes e continue. Dirija-se ao espaço exterior, junte choro/baba/ranho e muitos gritos e guinchos, adicione pessoas conhecidas a perguntar se aquelas crianças são suas filhas e pessoas desconhecidas a falar entre si para que todos as ouçam "OH MARIA! O MENINO ESTÁ A CHORAR?", "NÃO, ESTE VEIO AO MUNDO PARA NÃO DAR TRABALHO!NEM CHORA!". Ignore fisicamente e guarde na sua mente o que acabaou de ouvir enquanto tenta acalmar as suas crianças. Aumente a dose de gritos, veja o marido a passar-se e dirijam-se todos ao carro. 

Já em casa, deixe as crianças ao cuidado do marido e veja-o a passar-se outra vez, enquanto os gritos e guinchos continuam, e enfie-se num duche a 60º durante 30 minutes. Envolva com baba/ranho/choro e acalme-se. Emborque um aspegic e deite-se no sofá durante 30 minutos. Algures no seu sono, ouça as crianças, já bem mais calmas, a pedir desculpa e o pai a dizer que aceita mas que ele e a mãe estão muito cansados. Chore mais um pouco.

Deite toda a gente às 21h30 e certifique-se que acorda ressacado no dia do seu 8º aniversário de casamento. Sirva de imediato.

 

Bom ano e bom apetite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:06

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena a 02.01.2013 às 16:45

Xiça...


nem sei o que dizer...


desejo apenas que as coisas melhorem


bjs
Sem imagem de perfil

De Catarina a 02.01.2013 às 17:07

Por aqui também foi atribulado.... noite com muitas palmadas no rabo pois esteve constantemente a desafiar a mãe!! Enfim... No dia 1 nem despimos o pijama!!
Bom Ano!
Bjs

 
Imagem de perfil

De Monóloga a 02.01.2013 às 18:31

é dose... mas é o que temos, cada um com as suas coisas e os seus momentos... importante é não esquecer de valorizar os pequenos momentos de felicidade... um beijinho e um bom ano de 2013, cheio de doces momentos de felicidade (uns maiores, outros mais pequenos) é o que desejo para ti e para a tua familia! (com grandes doses de força, ânimo e coragem, claro!)
Sem imagem de perfil

De Teresa a 03.01.2013 às 14:13

Até fiquei \"cansada\" só de ler...é nestes momentos em que te leio que me dá vontade de bater a mim própria por às vezes me queixar dos meus! Vai melhorar, só pode!!!
Sem imagem de perfil

De Carla Valada a 03.01.2013 às 16:46

Encontrei hoje o seu blog por mero acaso, e senhores só posso dizer, que grande mulher deve ser. Que coragem! Muitos parabéns, e só posso desejar que 2013 possa ser um sorriso tremendamente gigante, para si para o seu marido, mas principalmente para as suas princesas.


Um beijinho e um abraço
Sem imagem de perfil

De Rainbow Mum a 04.01.2013 às 16:53


Vê as coisas do ponto de vista positivo - este ano só pode melhorar!!! Bom Ano para vocês e que as entradas em 2014 sejam menos atribuladas...

Beijos
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2013 às 16:57

Não pude deixar de sorrir ao ler o teu texto!
Quem consegue descrever com este humor uma situação de extremo stress destas, é capaz de tudo.
Se Deus dá as dificuldades de acordo com as nossas capacidades, deve ter-te em grande consideração!
Desejo-te um 2013 cheio de força, esperança e resistência!

Tudo de bom!

Joana
Imagem de perfil

De BECAS a 11.01.2013 às 09:58

Abraço cheia de força
Imagem de perfil

De t2para4 a 14.01.2013 às 13:55

A todas, o meu obrigada pelas palavras de apoio. Não foram e não têm sido dias fáceis, sinto que estamos a ser testados a todo o instante, sinto uma crise de fé tão grande e um desassossego que não me deixam andar descontraída. Enfim, coisas. Se fosse como o gato que brinca feliz na rua, seria ignorante e logo bem mais feliz.
Espero mesmo que este ano de 2013 seja um bom ano, em todos os sentidos, já que ano de mudança vai ser de certeza, a muitos níveis. Só desejo que corra bem porque mal já começou ele...
O humor e a ironia são negros. Passei a admirar esta nova vertente do humor :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens