Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Esta semana...

por t2para4, em 09.02.13

... foi das melhores que pudemos ter em termos de desenvolvimento e crescimento. E já nem falo na tranquilidade que temos tido. Há, sem dúvida alguma, decisões que se provam ser as mais acertadas.

 

Comecemos por aí:

- tirei as piolhas da piscina de vez, com inscrição anulada. Uma das piolhas já não queria ir e, apesar das minhas chantagens, acabavam as duas aos gritos e com meltdowns difíceis de controlar. O pior foi quando começaram a colar esses comportamentos à hora do banho e era o caos lavar-lhes a cabeça... tendo em conta que lhes dou banho todos os dias, imagine-se a gritaria. No dia em que anulei a inscrição e lhes disse que só voltaríamos à piscina se elas quisessem, o banho passou a ser o momento de calma e diálogo que sempre fora até aí. Os nossos fins de tarde passaram a ser dedicados a atividades mais tranquilas e, uma vez que já não fazem a sesta no infantário, se quiserem descansar um pouquinho, não há problemas.

- a risperidona ao final do dia não tem sido administrada e não tem feito falta absolutamente nenhuma. As piolhas têm-se mostrado mais calmas e descontraídas. Ainda não falei com o pediatra acerca deste acontecimento que surgiu por acaso (mas também foi assim que fizeram o desfralde noturno e correu bem).

- decidimos - eu e o pai - não as inscrever em mais nenhuma atividade extra curricular para substituir a natação. Este é um ano de preparação para o 1º ciclo, de conhecimento de novas regras, de muitos momentos de adaptação a mudanças, pelo que estamos bem assim. Já terão ATL quando entrarem para a escola. Para já, mantém-se como extra obrigatório a terapia da fala.

 

E, em relação a grandes acontecimentos desta semana:

- meia manhã passada na escola do 1º ciclo para onde irão. É uma medida feita em articulação com o estabelecimento de ensino, uma professora titular (que não será a das piolhas), intervenção precoce, infantário e terapia da fala.

As piolhas chegaram com os seus mini-trolleys e integraram-se muito bem com os restantes meninos; mal tocou para a entrada, dirigiram-se logo à sala e escolheram um cabide para o casaco. Depois de saberem onde ficava o wc, escapuli-me e ficaram entregues à professora. O feedback não podia ter sido mais positivo: não quiseram fazer exercícios básicos de adaptação ao 1º ciclo (aquilo que se conhece por propedêutico) mas sim o que faziam os outros meninos. A professora deu-lhes uma ficha de matemática sobre quantidades - que fizeram sem dificuldade embora uma delas se inclinasse para a informação errada - a par e passo com a turma, outra de estudo do meio sobre seres vivos que fizeram na boa, ouviram uma história e fizeram a respetiva ilustração e identificaram vogais sem o menor esforço. 

A nível de comportamento, apesar de alguma renitência inicial em estar longe da mãe, uma das piolhas ficou bem. Não houve pedidos para ir ao wc nem teimosias que culminem em birras descontroladas e posterior meltdown. Brincaram no recreio com as outras crianças, ouviram tocar para a saída e viram quase 300 alunos a brincar na rua, foram super protegidas e mimadas pelos novos coleguinhas.

Mais uma vez, confirma-se que a nível de aprendizagem e cognição não me preciso de me preocupar; o comportamento terá que ser trabalhado, a adpatação terá que ser gradual (daí este exercício). E eu estou também em fase de adaptação a esta nova etapa.

As piolhas sairam da escola muito satisfeitas e com imensas lembranças. Querem voltar mas não para já porque isso  implica trabalho. Espertas :)

 

- no dia seguinte fomos ao cabeleireiro. Desta vez, por sugestão da nossa cabeleireira, as piolhas tiveram direito a sentar na cadeira dos crescidos, junto aos espelhos e mesinhas com revistas. Foi um sucesso! O tempo - imenso tempo, acreditem - que estiveram sentadas e sossegadas e a gostar do que estavam a fazer foi fantástico e digno de registo. O corte de cabelo foi simples para acertar, uma vez que o cabelo novo que crescia se notava estar muito mais curto (por causa daquela antiga estereotipia de o arrancar). 

Cumprimentaram toda a gente com um "muito boa tarde" e estiveram lindamente. A única coisa com que uma das piolhas encazinou foi com o querer lavar a cabeça, o que terá que ficar para quando for maior, visto que não chega aos lava-cabeças ainda. 

 

- a fada dos dentes chegou a meio da semana, sensivelmente. O dente caiu e o novo já se vê a romper. Uma parte da raiz ficou lá, e depois de eu conversar com o nosso dentista, ele assegurou que saíria mas se tal não acontecesse para ir vigiando e passar lá para ser retirada. 

Nessa noite, já com o dentinho guardado em segurança, eu e a piolha escrevemos um bilhete à fada dos dentes, com um desenho e assinatura. A piolha foi toda contente colocá-lo debaixo da almofada. Assim que adormeceu, esgueirei para lá o seu presente: um baton da Hello Kitty que o pai comprara. Tinha que ser algo que pudesse partilhar com a irmã e que sentisse que só o recebera porque caíra o dente de forma natural.

De manhã, vieram as duas para a nossa cama e eu disse-lhe para ir ver se havia alguma coisa debaixo da almofada. Saiu pouco convencida mas ficou logo extasiada! "Oh E.!! Anda ver! A fada dos dentes deixou um baton da Kitty!" Estava tão genuinamente contente que quase me senti culpada de lhe impôr a história da fada dos dentes... 

 

- semana relativamente calma, com muitas aquisições importantes a nível do grafismo e sessão de terapia da fala a correr benzinho (uma da spiolhas ficou teimosamente agitada no final e muito contra tudo).

 

E aqui fica um registo visual:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:15

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Mia Martin/Sarah Cloud a 09.02.2013 às 22:46

Fico tão contente ao ler as boas noticas... a sério, do fundo do coração!
Well done, you go girls! 
Beijinhos grandes para todos, merecem! 
Sem imagem de perfil

De silvia Pereira a 10.02.2013 às 13:50

Que maravilha, fico mesmo contente por as coisas estarem a ir tão bem.
Elas cada vez são mais umas mulherzinhas.
Ainda bem que correu tudo bem na escola, eu acho que elas se vão adaptar muito bem.


Bjinhos
Sem imagem de perfil

De Rainbow Mum a 10.02.2013 às 23:11

Uau!!!!! Fico tao contente!!! Nada que eu ja nao esperasse, confesso e que sempre te disse que ia acontecer :) Essas piolhitas vao-te dar muitas surpresas positivas. E so dar tempo ao tempo e tudo vai correr muito bem. Acho bem teres tirado as pequenas da piscina. Elas tem que fazer o que lhes da prazer, obrigadas so tem o efeito contrario. O meu tb nao gosta de piscina e eu nao insisti e o Dr Pedro inclusive disse para o por numa coisa que ele goste. Talvez karate ou judo, vamos experimentar :) beijocas e gosto muito de vos ver numa fase tao boa. Por aqui tb andamos assim e sabe mesmo bem :)
Imagem de perfil

De Monóloga a 12.02.2013 às 18:41


que excelente semana, grandes feitos e excelentes resultados! :)
Imagem de perfil

De t2para4 a 13.02.2013 às 19:46

Obrigada pelos comentários. Já há muito que não sabíamos o que eram momentos assim. E ainda bem que , no meio de tanta coisa má e negra, impulsividade à parte, as decisões provaram ser as corretas.  Também pensei em trocar a piscina pelo karaté ou krav maga mas comecei logo a pensar nas minhas correrias e no quão complicado seria depois conciliar horários e regras, com tanta mudança e regras que vai ser com a entrada para o 1º ciclo. Acho que esperarei por serem as piolhas a pedir para terem uma atividade extra. Afinal, estamos todos a ficar mais crescidos :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens