Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Universo Bebé - crianças autistas

por t2para4, em 12.02.13

Um vídeo simples de 2 minutos. Resume ao máximo as características do autismo e não fala na dimensão do espectro mas é um princípio de informação.

E vai direitinho para casa dos avós paternos. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:08

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Rainbow Mum a 13.02.2013 às 00:18

M., desculpa mas acho um péssimo vídeo do princípio ao fim...Aliás admira-me que um pediatra tão reputado possa dizer tanta coisa errada/distorcida/incompleta sobre o autismo. A começar que não é uma doença, seguido de ficar para sempre - errado e estudos actuais comprovam que nem sempre é o caso, seguido de dizer que a linguagem está sempre comprometida - errado, há casos no espectro que não, de dizer que não têm vontade de sairem do seu mundo - erradissimo, por exemplo o caso do meu filho e que creio que das tuas não é assim.

Enfim, mais um vídeo que ajuda a que as pessoas mantenham a imagem clássica do autista a um canto a abanar-se, mudo e sem querer interagir com ninguém como a imagem de uma perturbação do espectro do autismo. E sabemos que não é assim e temos ambas casos que são muito diferentes dessa imagem.

Beijinhos
Imagem de perfil

De t2para4 a 13.02.2013 às 19:41

O grande problema deste vídeo é cingir-se apenas ao básico e estereotipado. Não fala da dimensão enorme do que é o espectro do autismo. No entanto, para pessoas como os meus queridos sogros, serve bem. 
Também não concordo como facto de chamarem "doença" ao autismo. Coitadas das piolhas, já passam a vida com maleitas e ainda teriam que levar com essa :) Mas se lermos alguns textos, não há consenso no que chamar... Eu prefiro "patologia" porque as piolhas são crianças saudáveis, apesar de tudo.
Quanto à linguagem, não sei precisar como será o futuro das piolhas. A verdade é que há ainda essa dificuldade, comparativamente a crianças da mesma idade, e a terapia da fala é um recurso sem fim à vista. Acabarão por descobrir maneiras de dar a volta às coisas, tal como já o vão fazendo agora: explicam-se de outro modo, falam mais devagar, mostram ou escrevem. Li o relatório do teu filhote e há pontos comuns nessa área com elas. 
O problema da definição do autismo é que não há uma definição... Há um grande chapéu de chuva ou arco-íris ou faixa de gaza onde cabem uma infinidade de factores que mostram a dimensão e variedade do espectro. Isto é impossível de definir em 2 minutos por qualquer pediatra, reputado ou não. O vídeo foi mais uma partilha, independentemente de eu concordar ou não com ele. Foi fantástico sim na partilha com os avós que são da mentalidade que crianças lindas não podem ter doenças ou sofrerem de deficiências... Pura ignorância ou teimosia, sei lá.


Obrigada pelo teu comentário. Gosto destas nossas conversas :)


beijocas
Sem imagem de perfil

De Rainbow mum a 14.02.2013 às 15:09


:)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens