Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Audios

por t2para4, em 23.02.11

 

Partilho alguns ficheiros audio.

 

Este foi realizado antes de as piolhas fazerem os 3 anos. As piolhas, de forma um pouco farta de mim, contam em Inglês.

 

 

Este mostra como é fácil seguir a canção do alfabeto em Inglês de uma mesa de actividades. Data do verão de 2010.

 

 

 

 

Este é bem mais recente, de Novembro. As piolhas memorizaram os dias da semana e os meses do ano quando a educadora os ensina aos meninos mais velhos. O importante a reter aqui é a noção temporal pois eu posso dizer-lhes que hoje é 3ª feira e só na 6ª temos piscina e elas perceberem bem isso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Temple Gradin - o filme

por t2para4, em 23.02.11

 

 Vimos este filme em Setembro, pouco tempo depois de sabermos que teríamos que conviver com o autismo para o resto das nossas vidas.

Chorei imenso, emocionei-me imenso e voltar a chorar mais um pouco... Não sei onde aquela mãe foi buscar tanta força, tanta coragem e tanta imaginação para ajudar a filha. Confesso que aprendi muito. Vale a pena ver o filme. Recomendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:03

Deixo um post com o necessário para entregar na Segurança Social para pedidos de apoios aos quais as crianças com autismo têm direito - vou tentar ser o mais completa possível.

 

Antes de qualquer entrega de documentos, é necessário haver um relatório médico que ateste, preto no branco, com selo e carimbo do hospital, que aquela criança tem autismo (independentemente da sua variante - há várias e dedicarei um ou vários posts a esse assunto, oportunamente).

 

Bonificação de deficiência:

- impresso (que se pode obter no próprio hospital ou na Segurança Social) com os dados da criança e dos pais (entre outros) cuja última folha resume a necessidade permanente de apoio, visto o autismo se tratar de uma doença do foro neurológico e não ter cura;

- selo e carimbo do médico/hospital;

- cópia do cartão do cidadão da criança.

 

O subsídio consiste num valor de aproximadamente 59 euros e é atribuído independentemente de abonos ou outros subsídios.

Convém tirar sempre cópias de todos os documentos entregues onde quer que seja.

Este documento pode (e deve) ser apresentado em organismos frequentados pela criança: piscinas municipais, ATL, infantários públicos, etc. pois há descontos no valor das mensalidades e refeições.

 

Subsídio por frequência de estabelecimento de educação especial

- Só pode ser autenticado pelo médico da unidade de autismo e não pela mera consulta de desenvolvimento;

- serve para receber comparticipação ou devolução de pagamentos efectuados em terapias (ou outros) na área privada;

- impresso que se pode obter na Segurança Social ou no próprio hospital, a preencher com os dados da criança e do agregado familiar, cuja última folha é o relatório do médico;

- carimbo do hospital;

- junto a este impresso devemos anexar: declaração do terapeuta da fala (ou outro serviço) com informação detalhada (preço da sessão, frequência, duração, etc.), declaração da escola (informando que não dispõe de serviço de terapia), declaração de IRS.

 

Ainda estou a tratar disto: já pedi as declarações ao terapeuta da fala e ao jardim de infância.

 

Declaração Multi-usos:

- Serve para reduzir a percentagem de contribuições para IRS e requer uma série de passos a dar. É necessário ir à Dele~gação de Saúde e pedir uma junta médica para avaliar o grau de incapacidade e dependência de terceiros de uma criança autista. Pelo que me informou a Assistente Social, quem avalia não é perito em autismo e baseia-se pelo estabelecido para a doença: o grau de incapacidade e dependência pode ir dos 60% para cima.

 

Ainda não tratei disso (nem sequer sei onde fica a delegação médica da minha localidade...)

 

 

Outros:

- declaração por parte do médico/hospital em como a criança, por sofrer de autismo, não tem controlo dos esfíncteres. Serve, em conjunto com facturas detalhadas de fraldas e toalhetes, cremes e outros, para apresentar em despesas no IRS; também se pode apresentar este documento na instituição escolar frequentada pela criança;

- insistir no pedido de facturas se a criança fizer uma dieta especial. Antes de tomarem Risperidona, as piolhas andavam constantemente com diarreias e daí a sua alimentação incluir alimentos específicos para estes casos. Pedi sempre factura em nome delas.

 

Pode-se imprimir essa documentação (e outras) a partir daqui.

 

 

Espero ter conseguido ajudar, de alguma forma. Por favor, se alguém tiver alguma correcção a fazer-me ou alguma informação para partilhar, deixe um comentário (não precisa de preencher todos os campos pedidos pela gestão de blog).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens