Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




No outro dia apeteceu-me compota mas não tinha e não quis comprar pois acaba sempre por se estragar porque os frascos são demasidao grandes. A única pessoa a comer disso, cá em casa, sou eu.

Lembrei-me, então, de fazer as minhas próprias compotas, à minha maneira e ao meu gosto, nas quantidades que quero, sem gastar muito dinheiro. Tinha cá umas laranjas caseiras que trouxe de casa da minha mãe e era um desperdício não as aproveitar. Assim, voilà uma compota de laranja.

 

Na noite passada, cortei 3 laranjas (cerca de 800gr) em bocadinhos bem fininhos, deixei em 2 litros de água e  na manhã seguinte vesrti tudo para uma panela e deixei a cozer por uma hora. Depois, retirei um pouco com a ajuda de uma escumadeira, triturei o restante, juntei o que tirara, 1 kg de açucar amarelo e sumo de um limão e deixei ferver por mais uma hora. Quando atingiu a consistência que desejava (ponto estrada), desliguei o fogão e verti para boiões. Guardei muitos do tempo que as piolhas comiam disso e agora dão um jeitão. Cortei tecido à medida (tenho cá imenso para fazer um almofadão, qualquer dia), atei com uma fita de embrulho e pronto! Simples, fácil, barato e 100% caseiro.

 

Rendeu-me cerca de 11 boiões que vou distribuir entre colegas (vou dar a uma amiga e levar outros para as minhas colegas dos lanches de café fresco) e familiares (a minha mãe já recebeu um e diz que está maravilhada, já dei um à minha tia e vou dar outro à prima do meu marido). Ficarei com 4 boiões ainda para ir comendo, com pão ou tostas.

 

 

 

O molotof era algo que sempre tive curiosidade em experimentar fazer. Em conversa com umas colegas de trabalho (as do café fresco e dos lanchinhos caseiros), as experiências com molotof surgiram e lembrei-me de uma receita que tinha em casa. Fiz hoje e correu lindamente: está mais consistente do que os que se compram nos supermercados mas muito docinho e leve.  Leva 6 claras batidas em castelo com 12 colheres de açucar e vai ao forno por 10m numa forma untada com caramelo. Simples, não?

 

 

Com as gemas, que aproveitei, obviamente, fiz um bolo de gemas para irmos levando para o trabalho durante a semana. Receita: misturam-se 2 chávenas de açucar com uma de manteiga (eu usei óleo), juntam-se as gemas e uma chávena de leite, 3 chávenas de farinha, bate-se tudo muito bem e vai ao forno em forma untada com margarina e povilhada com farinha).

 

E bom apetite!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:18

Surpresas da Pascoa

por t2para4, em 30.04.11

De regresso ao trabalho, uma querida colega de trabalho, fez estes miminhos para nós:

 

 

Haverá coisa melhor do que ter uma colega - ainda que de outra área - que nos recebe todas as semanas com um café fresco, daquele feito nas cafeteiras que se põem ao lume - e, ainda se lembrar de nós nas suas férias? Obrigada minha querida, C. De coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Desfralde

por t2para4, em 28.04.11

Avizinham-se dias complicados e... molhados.

 

O meu Verão passado foi um dos piores (senão mesmo o pior) da minha vida: entre diagnóstico de desvio do espectro autista e tentativas (goradas, falhadas, frustradas e sei lá mais o quê acabado em "-adas") de desfralde, o Verão passou-se entre ansiedade, recompensas ou castigos, muitas mas muitas cuecas sujas e molhadas, bacios espalhados pela casa e toneladas de toalhetes prontos a limpar chichi de carpetes... Foi um Verão extremamente extenuante, muito muito frustrante e as fraldas ficaram. Por mais um ano.

 

Jurei para mim mesma que nunca mais iria voltar a tentar desfraldar as piolhas: tentei quando tinham 2 anos, durante um mês; tentei quando tinham 3 anos, desde Maio até Setembro. Resultados: pilhas de nervos para nós três, esfincteres nada controlados e mantinham-se as fraldas. Valia mais ter estado quieta e ter aproveitado o Verão como deve ser. Anyway, prometi que só voltaria a tentar tirar-lhes as fraldas se elas mo pedissem ou dissessem que não queriam usar fraldas. E fiz as minhas pesquisas no mercado: o tamanho 6 dá até 25 kg e depois disso há as fralda spara incontinentes. Não iria massacrar-nos mais nem que isso implicasse usar fraldas até aos 18 anos de idade!

A equipa do PIIP já tentou abordar a questão do desfralde comigo e quer que este seja um dos objectivos a ser alterado no nosso projescto familiar já em Maio mas eu fui sincera e disse-lhes que tinha medo do que poderia vir a acontecer. Afiançaram-me que não precisava de fazer disso o meu cavalo de batalha mas não estou a ver como...

 

A surpresa chegou uma semana antes da Páscoa: uma das piolhas começou a tirar (bem, a rasgar) a fralda e a despir-se (não por esta ordem) para ir fazer chichi à sanita. E fazia mesmo! A irmã começou a imitá-la. Agora tem sido um estragar absurdo de fraldas porque elas rasgam-nas. Como não controlam ainda muito bem os esfincteres, ainda usam a fralda e, muitas vezes, quando a tiram ainda tem chichi, mesmo que pouca quantidade. Usar fralda-cueca, na minha opinião, vai baralhá-las pois sentem-se seguras por ser fralda mas não é como umas cuecas e tenho medo que passem a encarar as cuecas como uma fralda de aspecto diferente.

Decidimos, entre auxiliares, educadora e eu, deixar andar e ver até onde as piolhas estão  mesmo motivadas por elas próprias para largar as fraldas. Hoje a educadora já  me disse que está para breve.

 

Cá em casa é um caos: despem-se, arrancam a fralda sem se preocuparem se tem ou não cocó, sentam-se na sanita e ou ficam lá imenso tempo ou saiem quando ainda estão a fazer chichi só para carregar logo no autoclismo, ainda não têm a noção do que é aguentar o chichi até chegar à sanita e fazem chichi pelas pernas abaixo... E podia continuar... Claro que nunca me esqueço de elogiar e reforçar positivamente quando fazem chichi na sanita - isso é importante e elas ficam todas orgulhosas.

 

Uma coisa que sempre me intrigou foi estarem perfeitamente controladas na piscina (quer a municipal quer a de plástico que está em casa da avó): raramente lhes coloquei fraldas de banho porque não fazem chichi na água. Nunca aconteceu. Hoje, antes mesmo de tirarmos os crocs e aguardarmos a nossa entrada na piscina, uma delas tinha a perna molhada... Descuidou-se. Felizmente não foi na água. Isto faz-me sentir que estamos, outra vez, a regredir e eu pura e simplesmente não faço a mínima ideia de como evitar isto. Por muito que leia ou que pesquise ou que experimente, não sei o que fazer porque nada parece resultar. E parece que vamos, outra vez, a caminho de mais um Verão horrível por causa da porcaria das fraldas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

Comentários

por t2para4, em 28.04.11

A quem tem diexado o seu comentário neste blog, agradeço.

Ultimamente, tenho tido algumas dificuldades na gestão dos comentários e não me tem sido fácil saber o que se passa porque ora aparecem or não aparecem; às vezes, tenho a indicação de que há comentários novos mas depois não os encontro. Por isso, não levem a mal se o que postaram aqui não aparece ou aparece mal. Ando a ver o que se passa.

 

Entretanto, com ou sem comentários, estão sempre à vontade para qualquer contacto através do mail t2para4@sapo.pt. E, claro, sempre muito bem-vindos aqui no blog!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

Estou...

por t2para4, em 27.04.11

...absurdamente cansada! E ainda tenho de ir arrumar a cozinha e pôr as máquinas a trabalhar... E tenho de cortar nos cafés porque já ando com as mãos a tremer...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Algum desânimo

por t2para4, em 26.04.11

Apesar da evolução das piolhas bem visível a vários níveis, parece que por cada passo que damos para a frente, recuamos outros dez... De há uns tempos para cá, elas têm tido comportamentos e pedidos que não são próprios desta fase:

 

- uma delas pediu chupeta (!) - fiquei capaz de gritar. Já não usam chupeta há mais de ano e meio e lembrou-se assim, do nada;

- voltou a fase da preferência por desenhos animados em plasticina ou feltros (tipo "Carteiro Paulo" ou "Ovelha Choné");

- despem-se e descalçam-se por tudo e por nada e hoje, uma delas, até a fralda cheia de cocó tirou!

- querem dormir na nosa cama por qualquer motivo;

- não largam de modo absolutamente nenhum o raio dos briquedos e nem têm dedos para segurar aquela tralha toda quando saimos de casa. Se lhos tiro, há birra na certa.

- as birras estão, de novo, mais frequentes.

 

Tenho de falar com a equipa do PIIP e pedir aconselhamento. Isto cansa-me imenso. É mesmo muito esforço - físico, emocional e psicológico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

E lá fomos nós!

por t2para4, em 25.04.11

Acho que hoje já andámos o suficiente para uma semana inteira... Lá fomos nós até casa da avó para o lanche e depois um passeio na nossa vila com paragem num parque para as piolhas brincarem à vontade. E que tanto que elas correm, meu Deus!!! Como é possível ter tanta energia e começar assim o dia e andar assim o dia todo e à noite ainda andarem assim?

 

Encontrámos as primas que estiveram as brincar com elas e passou-se um bom momento.

 

Aqui está o pai a servir de chauffeur privé para uma delas:

E aqui as duas piolhas em pleno andamento:

 

Chegados a casa, banhos e brincadeiras. Daqui a pouco, hora de começar a pensar em tratar do jantar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

Ementa semanal

por t2para4, em 25.04.11

Na semana passada não publiquei a ementa porque foi um reorganizar de refeições da semana anterior - não comemos em casa algumas vezes e não valia a pena eu estar a queimar muito os meus neurónios  a pensar em novas ementas.

 

 

Esta semana já tenho a ementa. Aqui vão as sugestões:

 

2ª feira: sopa de letras com feijão + carne de vaca estufada com massa

              sopa de letras com feijão + caldeirada

3ª feira: sopa de letras com feijão + fletes de pescada com arroz de tomate

4ª feira: sopa de couve lombarda + frango com ameijoas

5ª feira: sopa de couve lombarda + esparguete com cogumelos e atum

6ª feira: sopa de couve lombarda + costeletas de cebolada com batata cozida

Sábado: creme de cenoura + esparguete à bolonhesa

              creme de cenoura + redon

Domingo: creme de cenoura + salmão assado no forno com batata assada

                creme de cenoura + jardineira

 

Como esta semana volto à minha rotina laboral habitual, os meus almoços serão o também habitual redon. A ementa já prevê refeições bem rápidas para o dia em que vamos à piscina e o dia em que tenho uma reuniã com um formador reconhecido no seu trabalho em questões comunicativas e comportamentais no autismo e pais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:21

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.

Pág. 1/5



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens