Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Roda Comunicativa

por t2para4, em 05.04.11

É a mais recente estratégia que estamos a utilizar nas sessões de terapia da fala e respectivos trabalhos de casa. Parece ser muito simples mas, por vezes, surgem algumas dificuldades e ainda estou a saber lidar com elas. Esta semana, por exemplo, o jogo que o terapeuta nos enviou não dará resultados: não consigo fazer com que as piolhas se acalmem e joguem aquele jogo daquela maneira específica, mesmo tendo eu já inventado sei lá quantas voltas para chegar lá. Estão muito teimosas e birrentas. Atribuo este facto ao tempo e à chegada da Primavera. A maioria das crianças na escola também andam assim: eléctricas, irrequietas, birrentas. Deve ser um efeito secundário do pólen :)

Bem, adiante. Tenho que pedir ajuda ao terapeuta para dar a volta àquele jogo e levá-las ao objectivo final.

 

A roda comunicativa ou roda da linguagem prevê o conhecimento de diferentes tipos de palavras: nomes, adjectivos, perguntas, pronomes de posse (meu, teu...), verbos (porque indicam acções), advérbios (longe, em cima...), palavras que descrevam sentimentos e palavras sociais (adeus, beijos,...). A ideia é ir incluindo estas palavras, de forma contextualizada e consciente, em brincadeiras e acções do quotidiano. Tenho feito isso na nossa rotina do dia a dia, por exemplo, quando estou a arrumar algo ou a tirar a louça da máquina e vou comentando: "esta caneca é do café do pai" ou "este copo está sujo. Assim fica feio". As piolhas acabam por ir assimilando e, felizmente, reproduzir alguns desses comentários em contextos diferentes sem recorrerem à ecolália.

 

Falar de acontecimentos passados, recentes ou não, ainda é uma utopia: colam-se às minhas perguntas e repetem o final. Por exemplo:

t2para4 - Então, brincaste muito na escola?

Piolhas - Brincaste muito na escola.

t2para4 - Fizeste desenhos?

Piolhas - fizeste desenhos.

t2para4- Portaram-se bem?

Piolhas - porta bem.

 

Não respondem a nenhuma questão mas sabem tranformar a entoação da pergunta em declaração na sua resposta. Estamos a treinar estas questões através de uma folha com símbolos que nos é dada diariamente. Nela constam as pessoas que lidam com elas durante a semana, as actividades que realizam dentro e fora da sala, sozinhas ou acompanhadas. Vamos ver o que nos espera.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

Junta Médica

por t2para4, em 05.04.11

E pronto. Já tenho a avaliação marcada no Centro de Saúde local para se verificarem os requisitos que levam o diagnóstico das piolhas a uma possível junta médica.

Confesso que ponderei muito antes de me decidir por esta via pois temia estar a comprometer o futuro delas em coisas que nos parecem tão simples (and taken for granted) como tirar a carta de condução ou ter casa própria. Afinal, a delegada de saúde disse-me que há várias etapas de avaliação (por faixas etárias), a efectuar à medida que vai havendo evolução (ou não) nos pacientes e isso influencia a decisão de junta médica e a respectiva decisão.

Esta acção serve para reduzir uma percentagem de IRS a pagar ao Estado visto haver descendentes com um determinado grau de incapacidade por motivos de deficiência, a nosso encargo. É esse grau que a junta médica vai determinar.

 

Já marquei, então, a avaliação, para este mês ainda, e devo levar comigo (além das piolhas, obviamente), os relatórios médicos que tenha e os seus cartões do cidadão.

Qualquer informação mais precisa que alguém me possa prestar sobre este tema será bem vinda e complementará este post.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05

Familiares

por t2para4, em 05.04.11

Às vezes sinto falta dos meus primos... Tenho muita pena que, por via de circunstâncias muitas vezes a nós alheias, nos tenhamos afastado (em alguns casos) ou nunca tenhamos sido muito próximos (noutros casos). Acho que se tivessemos crescido em conjunto e tivessemos partilhado experiências e fossemos como um grupo de amigos, como aqueles que se lêem nas histórios tipo "Os cinco" ou "Patrícia e os Codornizes Brancas", hoje seríamos mais ricos (em termos de vivências e partilhas, claro está) pois com filhos poderíamos ter tanto para aprender e ensinar uns aos outros. Nunca soube o que era isto. E, mais uma vez, lamento que tenhamos apenas que contar connosco próprios e com os meus pais e irmã. É o suficiente mas é um árduo esforço para nós.

Foi só um desabafo :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens