Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Questionário simples pode acelerar diagnóstico do autismo

Teste foi realizado com crianças de um ano e permitiu a antecipação do tratamento

2011-04-29
 
Estudo envolveu dez mil bebés

 

 

Fazer um pré-diagnóstico do autismo até aos 12 meses de idade pode estar ao alcance de um questionário simples de 24 perguntas sobre gestos, compreensão e comunicação. Demora apenas cinco minutos a ser respondido e revelou-se um bom instrumento para identificar os primeiros sinais do distúrbio em crianças, de acordo com um estudo publicado no “Journal of Pediatrics".

"Este trabalho americano foi o primeiro a demonstrar que uma simples ferramenta de triagem pode ser usada para detectar o autismo, sendo que a sua principal vantagem consiste em poder-se iniciar o tratamento muito mais cedo do que o habitual, sublinhou Karen Pierce, investigadora do Centro de Autismo da Universidade da Califórnia, nos EUA, e primeira autora do estudo."

 

Normalmente, o autismo é diagnosticado mais tarde, quando os primeiros sintomas são notados pelos pais, pelo que o seu tratamento começa, em média, aos seis anos. Contudo, quanto mais cedo for detectado e o tratamento iniciado, melhor pode ser o desenvolvimento e a aprendizagem da criança.

Neste estudo, a equipa de Karen Pierce reuniu um grupo de 137 pediatras em San Diego, que, ao longo de um ano, fizeram o questionário aos pais de todos os bebés que os consultavam. Foram colocadas perguntas como “Quando o seu filho brinca, procura saber se está a olhar para ele?” ou “ O seu filho sorri a olhar para si?”.

Dos mais de dez mil bebés envolvidos no estudo, 184 “reprovaram” nos testes e, quando as respostas sugeriam sintomas de autismo, as crianças eram sujeitas a exames mais complexos, realizados semestralmente até aos três anos.

Foi assim verificado que do grupo que demonstrou alguns sintomas, 75 por cento dos elementos tinham, efectivamente, algum problema. O diagnóstico de autismo foi feito em 32 crianças; 56 apresentaram atrasos na fala; nove tinham atrasos comportamentais e 36 foram classificados com outros problemas.

Depois desta triagem, os bebés diagnosticados com autismo ou algum atraso no desenvolvimento e 89 por cento das que tinham atrasos na linguagem foram encaminhados para terapias adequadas, em média, aos 17 meses, começando a ser tratadas aos 19 meses, muito antes da idade em que tal começa a acontecer.

A eficácia deste teste no diagnóstico do distúrbio levou a que 96 por cento dos pediatras envolvidos no estudo continuassem a usá-lo como ferramenta de triagem.

 

in http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=48761&op=all

 

 

 

Só posso dizer que já ontem era tarde mas fico muito feliz por, finalmente, alguém decidir começar a fazer o despiste de casos de autismo bem mais cedo do que os 3 anos de idade. Há mães que sabem que os seus filhos talvez sejam autistas desde os seus primeiros meses de idade!

Esperemos que chegue rapidamente a Portugal.

 

------------------------------

 

I can only say that yesterday was already too late but I'm very glad, finally, someone started to pre-diagnose autism cases sooner than the usual 3 year old. There are mothers who can tell their children might be autistic since their first months!

I hope it get quickly to Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:44

Reuniões - Meetings

por t2para4, em 02.05.11

Não resisto a partilhar.

 

O português adora reunir. Hoje de manhã deu-se a reunião semanal com a equipa e à noite tenho reunião de condomínio. A minha mãe não falha uma reunião do sindicato e aos fins-de-semana, volta e não volta, lá tenho que comer com uma reunião de família.
Haja pretextos e reunimos. A parte boa de reunir é o próprio processo de reunião, não é propriamente os resultados ou as conclusões a que se chega no pós reunião: é o reunir per se.
No trabalho há reuniões de briefing, reuniões de demonstração de resultados, reuniões de kick off, reuniões de direcção, reuniões de feedback, reuniões de quadros, reuniões de projectos e por aí fora.
Se não sobra tempo útil para reuniões, improvisam-se reuniões-almoço, por exemplo. E no fim do dia de trabalho ainda se pode correr para a escola dos filhos que, num instante, se organizam assim,com boa vontade, reuniões de pais.
As pessoas quando não têm motivos plausíveis para reunir, inventam-nos: reunião de tupperware, reunião da maleta vermelha, reunião de antigos alunos da escola primária, reunião dos ex-combatentes na Guiné 1968, pelotão GFRK.
Reunir é a palavra de ordem em Portugal. Reunamos, irmãos!
 
http://quadripolaridades2.blogspot.com/2011/05/reunioes.html#comments
 
É tal e qual, sem tirar nem pôr... E eu, esta semana, terei destas "big waste of my precious time" todos os dias... Bora lá animar com uma imagem do meu amigalhaço Calvin
 

 

 

-----------------------------

 

I just don't resist to share.

 

The Portuguese man loves to have meetings. This morning it was the weekly meeting with the team and tonight I have the condo association meeting. My mother doesn't miss a union meeting and at weekends, every now and then, I have to have meals with a family meeting.

If there's a pretext, we have a meeting. The good part of a meeting is the own process of it, not quite the results or conclusions post-meeting: it is the meeting per se.

At work, there are briefing meetings, income statement meetings, kick off meetings, board meetings , feedback meetings, table meetings, project meetings and so on.

If there isn't any time left for meetings, one improvises: lunch-meetings, for instance. And, at the end of a working day, we can still run to our children school that, in a minute, we can thus willingly organize parent meetings.

People without any plausible reasons for a meeting, make them up: tupperware meetings, red suitcase meeting, ancient primary school pupils meeting, former fighters in Guiné 1968 meeting, squad GFRK.

Having a meeting is the new order in Portugal. Let's have a meeting, brothers!  

 

* this text was freely translated by t2para4. Any word/expression that doens't fit the context, please correct me.

 

Just like that... This week, I'll be having lots of these "big waste of my precious time" every day... Let's cheer up with a picture from my buddie Clavin

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens