Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais muitas para desanimar

por t2para4, em 02.05.12

- piolhas a regredir cada vez vez: brinquedos em fila, torres de blocos, alimentação à colher (again, dada por nós), prateleiras trasnformadas em escads e mais (muitas, muitas!) cabeçadas nas paredes

- médico não responde aos meus emails ou telefonemas

- projeto "Light it up blue" na minha localidade recusado e quase fui acusada de mercenária e egoísta (pois os custos da iluminação podem ir para outras coisas bem mais úteis... As outras sugestões nem foram tidas em conta. Já reformulei e perguntei se seria aceitasse se eu arranjasse forma de alguém patrocinar)

- obrigação, por imposição do chefe e sou eu a dar a cara, de colocar toda a gente a trabalhar num projeto que era apenas um voluntariado meu.

 

Ora bem, por muito que eu tente, a tendência é go down. Fdx. Thanks a lot.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04

Tratar de mim

por t2para4, em 02.05.12

Vesti uma scalças confortáveis com 300 bolsos e calcei as sapatilhas.

Verifiquei a bateria do telemóvel (não fosse sentir-me mal ou ser necessário algo).

Deixei as piolhas com o pai.

Saí com o único objetivo de caminhar e clear my mind. Por 30 minutos, inteiramente dedicados a mim, mas indiretamente destinados às piolhas.

 

Passei toda a minha vida até aos 18 anos a andar a pé. Km e km a pé. 4 a 5 km por dia para ir para a escola, sem boleias e sem direito a transporte, sem a existência de transportes públicos. Mal me apanhei com um carro nas mãos jurei a mim mesma que jamais voltaria a dar 1 passo a pé, sempre que pudesse fazê-lo de carro. E foi mais ou menos assim até muito recentemente mas, afinal, andar a pé ou fazer uma pequena caminhada nem que seja aviar um recado, tem o seu quê de interessante e terapeutico...

 

Senti-me revigorada. Senti o barulho agradável e natural do mundo que me rodeia e da natureza, vi paisagens com outros olhos e sem a velocidade do carro, revi formigueiros (meu Deus, há anos que não via montinhos assim!!), senti o vento bater-me na cara, ouvi pássaros e grilos! 

A certa altura perguntei-me onde diabo fui eu buscar esta genica toda quando, ainda há algumas horas antes, me arrastava para sair da cama. As piolhas dão-me essa energia e por elas tenho mesmo que reagir e deixar de me entregar à autocomiseração e ao coitadinismo.

Porque não há ninguém que faça por elas o que eu e o pai fazemos e elas precisam de nós. 

Porque somos nós e só nós que vivemos uns para os outros nesta família.

Porque, ainda que com a ajuda limitada dos meus pais, não posso contar com mais ninguém.

 

Assim, lá me meti eu à aventura :) 

Chegada a casa, aqueci a casa de banho, liguei o chuveiro e sentei-me a receber aquela água quentinha nas costas. Passei um creme hidratante no corpo (nem sou destas mariquices mas hoje soube bem), enxuguei o cabelo apenas com a toalha, preparei um batido de morango e sentei-me no sofá a saboreá-lo acompanhado de uma bela fatia de bolo e na companhia do marido (a trabalhar ao computador) e das piolhas (a ver o Mickey). 

 

Acho que só por esta paisagem, vale a pena repetir a caminhada mais amiúde. O meu ritmo cardíaco e tensão arterial também agradecem (não me senti desfalecer!!).

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens