Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Acabámos de recuar 2 anos

por t2para4, em 09.12.12

Foi apanhada pelo pai e levou uma palmada, obviamente. Acabámos de recuar 2 anos. Há 2 anos que não se via um risco numa parede cá de casa, há 2 anos que não havia o receio de dar às piolhas um estojo com lápis ou canetas, há 2 anos que decidimos que pintaríamos as paredes visto que o perigo passara. 

Mas não. Regressou em cheio e agora temos uma obra de arte na parede do quarto das piolhas. Nem me vou chatear, não tenho sequer forças para isso. Parece mesmo - e não é a primeira vez que noto isto - que, sempre que andamos para a frente um passo, recuamos ou regredimos 5. Porra pá.

 

 

 

Preaparação para o 1º ciclo? Certo... Alguém que me explique como se eu fosse extremamente burra e completamente acéfala como diabo vou eu conseguir meter a porcaria de um móvel para elas supostamente estudarem quando me andam a fazer a porra de uns desenhos  na maldita parede??? Alguém??

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Viagens

por t2para4, em 09.12.12

Quando éramos solteiros de filhos viajávamos muito. Conhecemos algumas cidades e regiões de Portugal, fomos a Espanha algumas vezes e íamos à praia ver o mar sempre que nos apetecia. Por regra, levantávamo-nos de madrugada, estávamos todo o dia fora e regressávamos a casa já de noite. 

Quando engravidei, o mais longe que pude ir foi até à praia e até isso foi depois alteradao para "o mais longe que pude ir foi até à maternidade". Quando nasceram as piolhas, o mais longe que podíamos ir era até Coimbra - em dias bons.

Já se passaram mais de 5 anos e a diferença não é assim tanta: o mais longe que fomos com elas foi até ao Porto e parecia que tínhamos um disco riscado no carro ("é noite, vamos para casa, é noite, vamos para casa, estou cansada, não vejo nada..."). Continua a ser extremamente complicado sair com elas. Agora já não se coloca a questão da logística (sacos, carrinhos, mudas de roupa, etc.) mas coloca-se a questão comportamental que está longe de ser controlada e regulada. As piolhas até pedem para passear e até reagem bem à viagem mas não páram um segundo, fartam-se muito rapidamente do local onde estão, querem obedecer às suas próprias rotinas inventadas, puxam-nos como se estivéssemos a passear cães. Não há uma única fotografia que tenhamos tirado que não implique movimento. É do mais frustrante que há.

 

Planeávamos ir passar um fim de semana à Figueira da Foz, qualquer dia, para vermos o pôr-do-sol e o nascer do sol na praia, passearmos na calçada sem a preocupação de refeições ou regressos a casa. Mas fartam-se rapidamente e querem esgravar na areia como os cães e querem correr e molhar-se mesmo que estejam 5 graus negativos e e e e e e.....

 

Planeávamos ir à Disney, qualquer dia, para lhes mostrar a magia do reino das princesas, ver a Minnie e o Mickey, ir de avião, mas quem toleraria uma viagem dessas? E se houvesse uma birra porque os ouvidos não estalam ou porque o avião é um espaço fechado onde teriam que passar cerca de 2h?

 

Planeávamos ir a Paris, qualquer dia, visitar museus, passear nas avenidas, colecionar as moedas que se vendem em museus e provar crepes das roulottes de rua. Mas como se só aquele movimento todo vai pô-las endoidecidas, se ao verem a Torre Eiffel o mais certo é dizeerem que têm medo e não quererem subir e teríamos que andar com cerca de mil olhos em cima delas para que não nos fugissem e mais do diabo a sete.

 

Planeávamos ir a Londres. God, como eu desejava ir a Londres... Mas... não me preciso de me repetir pois não? Com a agravante de Londres ser uma cidade cinzenta e o mais certo era estar a chover...

 

Planeávamos ir aos Açores e à Irlanda, conhecer aquelas ilhas fantásticas, comer aquelas iguarias fenomenais, passear pelos campos e montes, sair de manhã e só chegar à noite, estoirados de tanto ver. Avião? Certo... 

 

Planeamos ir ao supermercado a 5 minutos de nossa casa e, na maioria das vezes, nem conseguimos sair do carro. Não digo que corrra sempre mal pois, na semana passada, até conseguimos ir comprar as nossas prendas de Natal e, no Dolce Vita, elas andaram no combóio do Pai Natal  mas temos que estar sempre de sobressalto em relação aos seus humores e se vai haver ou não uma crise ou um episódio de descontrolo, passamos a vida em negociações do género "vamos a esta loja e depois vais ao parque" e temos que seguir esta ordem senão dá-nos já um fadanico. Isto é extremamente cansativo. E frustrante. E doloroso. 

 

As nossas viagens planeadas estão previstas para lá de 2015 e começam por coisas simples como ir à Figueira da Foz para o tal fim de semana... A Disney e Londres só para 2018... Para além de estar desempregada agora e haver prioridades, as piolhas não estão preparadas para isso e temos que ter essa noção. Não há essa abertura. O máximo que podemos fazer é queimar um quarto de tanque de combustível e ir à Figueira da Foz ver o mar e voltar e tudo isto durar 2h... Frustrante q.b.? E se disser que foi para atender à vontade de uma  das piolhas "para a fazer feliz", como ela diz? 

 

Cada vez apetece sair menos de casa, essa é a realidade. E para isto não há risperidonas, nem terapias, nem apoios, nem psisologias, nem negociações que nos valham. Nem paciência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

Ementa mensal

por t2para4, em 09.12.12

Veio um pouco tarde - vá, com uma semana de atraso, mas veio. Não tive muito tempo para me dedicar a ela mas lá encontrei um intervalo. Desta vez só me muni de 3 revistas e há espaços em branco - sinal de que as festas serão passadas em família e a ementa desses dias não será da minha inteira responsabilidade.

 

Eis as sugestões:

 

 

 

Dia 1 - bife grelhado com batata frita

2 - pescada com batata, cebola e migas no forno + caldo verde

3 - almondegas com esparguete

4 - arroz de tomate malandrinho com tesouros de pota

5- bifes de frangoc om cogumelos e natas e massa espiral tricolor

6 - pargo no forno com vinho tinto e batata assada+ creme de legumes

7 - frango do campo estufado com arroz de ervilhas

8 - red fish com ovo e batata cozida

9 - lasanha caseira com molho béchamel

10 - empadão de legumes assados

11- frango no forno com ervas de provence + canja

12 - arroz chauchau de frango

13 - caldeirada de bacalhau

14 - ervilhas à francesa com ovos + sopa de couve

15 - febras panadas com batata frita + risotto de abrótea

16- feijoada

17- massa com salsichas e cenoura

18 - bife strogonoff com arroz branco

19 - salada de atum + creme de cenoura

20 - frango à frangó

21 - abrótea com batata cozida e couve

22 - arroz de coelho

23 - costeletas de cebolada e batata + omolette

26- pescada no forno com batata assada + ovos mexidos

27- fusili de legumes + peito de frango com maçã e arroz

28 - bifana no parto com batata

29 - redons

 

Se alguém precisar de alguma receita, é só dizer!

Bon appétit!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:09

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens