Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Final do ano letivo - as lembranças

por t2para4, em 12.07.13

Foi um final de ano letivo trabalhoso mas com resultados muito gratificantes. E, aquilo que mais importante era - as crianças divertirem-se imenso! - foi concretizado. 

Fizemos várias atividades, desde desporto e corrida livre (que é como quem diz: "abram as portas do campo e deixem os putos correr até cairem de cansaço!") no nosso campo sintético (abençoada manhã fresca! ainda que me tenha queimado o nariz...), e terrminámos as atividades outdoor no quartel de bombeiros. Aí é que foi o fixolé dos fixolés bué de fixe!

A visita às instalações, o peddypaper, as atividades, as brincadeiras com a mascote (um golden retriever) e o banho final de espuma fizeram as delícias de crianças e adultos. E até andámos nos camiões de bombeiros, com sirenes e tudo!

Foi uma manhã fenomenal que culminou num almoço convívio. 

Não tenho fotos pessoais deste evento porque, para poder participar e estar com elas (fui sozinha porque o pai estava a trabalhar), não havia muita margem de manobra para uma cobertura fotográfica. Mas, como estiveram lá profissionais, postarei imagens e pormenores dessa manhã noutro dia.

 

Ora bem, lembranças. No meio da organização do dia da festa, uma mamã sugeriu que, entre todos os pais, oferecessemos algo à educadora e auxiliares. Concordei logo e sugeri algo personalizado. De entre várias sugestões, acabou por ficar o pintar de caixas que encheríamos com lembranças dos nossos piolhos.

 

Eis o resultado:

 

 

 

 

Caixas de madeira pintadas com tinta acrílica preta, com moldura de negativo e fotografias a preto e branco coladas com a técnica de découpage, verniz fosco aplicado no final de tudo e forro de feltro no fundo da caixa. Dá mais trabalho do que custos mas fica muito bonito.

 

Dentro das caixas, as piolhas ofereceram uma tela pintada com a sua evolução desde a entrada para o pré-escolar. Aproveitámos a onda de inspiração e pintura e fizemos umas extra para a diretora técnica e para o terapeuta da fala.

 

 

 

 

 

 

 

Ficou algo personalizado para cada um, identificativo de quem se trata e muito bonito. Os custos foram reduzidos: tela e molinhas. Tudo o resto (purpurinas, tintas, papel fotográfico, lã), já tinha em casa. Não tenho muitas tintas, apenas as cores básicas e algumas mais específicas. Quando preciso de novas cores, misturo e vou aperfeiçoando para criar tons mais claros ou escuros, mais granulados ou não. Tento evitar compras desenfreadas e focar-me no que realmente importa: o objetivo final.

 

E, com coisas simples, tempo e dedicação, conseguimos colocar sorrisos nas caras de quem gostamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:41

Como referido neste post, qualquer criança com Necessidades Educativas Especiais pode requerer apoio social junto da sua autarquia. Como se processa a articulação entre autarquia-livrarias-escola, depende de cada uma. Na nossa localidade, depois de afixadas as listas com os resultados, é enviado um vale ao encarregado de educação com o qual pagará os manuais escolares e/ou material escolar até àquele montante estipulado por lei.

O ideal é não deixar a ansiedade levara a melhor e encomendar manuais já no início de junho nem deixar tudo para a última - ao bom gosto tuga - e arriscar-se a ficar com encomendas pendentes e as crianças iniciarem as aulas sem o manual de matemática ou estudo do meio. Meio termo, impõe-se. Entre meados de julho e agosto, é a altura ideal para se proceder ao pedido de encomendas. Salvaguardam-se stocks e evitam-se as enchentes habituais do final de agosto e início de setembro.

 

Hoje foi o dia de fazer a encomenda dos manuais escolares para as piolhas. Foi necessário o número de contribuinte de cada uma delas para registo da mesma e ainda receberam um desconto de 10% para ser utilizado entre meados de setembro até outubro, em material escolar, que cobre aqueles pedidos que os professores costumam fazer no início do ano letivo. No entanto, há que fazer contas e saber onde nos compensa mais adquirir materiais. Por exemplo, as mochilas/estojos/lancheiras das piolhas comprámos no verão passado, aproveitando um desconto do Continente. 

 

E como o tempo passa, alheio ao que esperamos/queremos/desejamos/ansiamos, está na altura de ponderar outro tipo de questões:

- local de estudo: à partida será no quarto delas, embora haja a flexibilidade de se poderem juntar a mim na cozinha. O ideal é haver um local fixo onde esteja todo o material escolar

- materiais: vou fazer novas medições ao quarto das piolhas e ver se a secretária que demos à minha irmã e ela não usa cabe lá. É uma secretária enorme (onde cabem as duas piolhas), resistente e nova, pelo que, até arranjarmos um móvel com estantes e que mude definitivamente a decoração e disposição do quarto delas, servirá bem.

- arrumação: teremos que, em conjunto, decidir que brinquedos ficam e quais saem; estipular locais fixos para brinquedos e material da escola, sem misturas; desocupar a estante dos peluches, que ficará para colocar os livros e as mochilas; mudar a cómoda de local para que a secretária caiba.

- fatores de distração: afastamento - os seus computadores manter-se-ão na sala, onde estão agora; os brinquedos preferidos serão sujeitos a um horário - primeiro, lanche, trabalho e depois brincadeira, nem que tenhams que recuar um pouco até aos calendários diários no início das aulas.

- gestão de emoções: já estive bem mais ansiosa com a ida das piolhas para uma nova escola e um novo ciclo. Como deram o tal click que esperava e estamos mesmo numa fase boa, como já conhecem o espaço e sempre que lá foram correu bem, como terão o ATL para auxiliar antes do início das aulas, entre nós 3 havemos de conseguir operar as mudanças necessárias, sem ansiedades parvas, sem mentirinhas piedosas (a escola é o que é, para o bem e para o mal. Não vejo nenhuma vantagem em fazer disso um mundo cor de rosa ou preto. Não se aprende a ler nem a escrever num dia e há aulas o dia todo e não há sestas, etc ...), sem forçar a nada - deixar fluir.

 

E pronto. Piolhas crescidas, mãe a achar que está mesmo a envelhecer e o mundo continua a girar... E elas estão quase a ir para  a escola... 

 

 

A fase da creche foi chorona - Check!

A fase do jardim de infância foi feliz - Check!

A fase da mãe contente em casa com algum descanso bate certo, em alguns dias - Check!

Aguardemos pelas fases seguintes :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens