Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Foi muito interessante. E cansativo. E acabámos por perder mais tempo à espera dos transportes do que a viajar neles  mas fazemos um balanço muito positivo.

 

O dia começou com um picnic no parque da nossa cidade, com a tia. Levámos uma mantinha, comidas leves, fruta e água e lá estivemos nós, à sombra, a ver o rio Mondego, a aproveitar a brisa fresca, a deixar andar as piolhas à vontade.

Dali, a pé, seguimos pela beira-rio até à casinha dos SMTUC (transportes de Coimbra) para comprar os cartões para andarmos no Pantufinhas e de autocarro. Como o Pantufinhas estava na sua pausa para almoço, caminhámos mais um pouco e fomos até à Estação Nova apanhar o combóio. Dada a novidade e sem saber como reagiriam as piolhas à confusão de pessoas, aos barulhos e movimentos da estação, optei por arriscar uma viagem Coimbra A - Coimbra B (que fica caríssimo, já agora). 

Foi interessante tê-las sempre comigo e com a tia, a acompanhar tudo o que fazíamos: desde a compra do bilhete até à viagem em si. Foi também muito bom para mim, matar saudades de andar de combóio, sentir os movimentos e os ruídos característicos. As piolhas deliraram! É uma experiência a repetir, desta vez, para mais longe! A maior seca foi mesmo ter que esperar pelo combóio de regresso... Mas foi uma boa experiência terem a noção da diferença entre estações, de outros meios de transporte igualmente confortáveis e seguros. O mais estranho para elas, quer no comboio quer no autocarro, foi não ser obrigatório por os cintos :)

 

De regresso ao centro de Coimbra, esperámos horrores pelo Pantufinhas mas ele lá apareceu. O Pantufinhas é um miniautocarro elétrico que circula na zona alta e histórica da cidade, ainda que o percurso seja curto e não cubra toda a zona alta. Mas é excelente para se conhecer as ruelas mais antigas sem fazer o percurso a pé (até porque os tempos da faculdade já lá vão e eu já não tenho estaleca para subir a Couraça toda até à FLUC sem que me dê uma apoplexia pelo caminho e muito menos com duas piolhas lingrinhas comigo!!!). Mais informações aqui.

 

Depois de regressarmos à Portagem, demos uma corrida e apanhámos um autocarro à séria que nos deixou no local onde tínhamos estacionado o carro. Quase não valia a pena a viagem pois foi só de uma paragem à outra, aí uns 500 metros, mas deu para mostrar a diferença entre transportes às piolhas e elas adoraram.

 

O dia ainda contou com uma visita à bivó, depois de passar por um shopping para lhe levar umas coisas, que nos ofereceu feijão tremoceiro (algum ainda por descascar) e ficou impressionada com o facto de as bisnetas estarem tão altas e tão perto de entrarem para a escola...

 

 

 

 

 

 

 

 

No final do dia, estavam estoiradas. Não foi preciso dizer que estava na hora de ir para a cama, uma das piolhas veio ter comigo e disse "Acho que vou dormir, estou um bocadinho cansada..." 

Foi uma excelente oportunidade para treinarmos comportamentos, adaptações e reações. E, apesar do cansaço e de uma birrinha de sono perfeitamente controlável, valeu a pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens