Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Neve e praia - 2 destinos, 2 domingos

por t2para4, em 23.02.14

As piolhas são bichinhos de rotinas fixas, sem alterações, sem imprevistos e, muito menos, mudanças de última hora sem que sejam muito bem explicadas. Um pouco por culpa nossa, admitimos, elas ficaram muito focadas na ideia de que uma saída em família tem de ser obrigatoriamente uma saída a um espaço comercial, envolvendo compras. Estamos a tentar mudar essa atitude - nossa e delas - e a aproveitar o que há para além do estar com gente. Podemos estar com pessoas noutros locais, com outros propósitos, com outras vistas.

 

Uma das piolhas já andava a pedir neve desde a nossa ida ao Centro Geodésico de Portugal. Tentámos ainda esperar pela oportunidade de ter neve na nossa serra mas não deu. Por isso, num destes domingos, preparámos um farnel ao género pic-nic, levei alguns medicamentos em caso SOS (benurons, água do mar, xarope da tosse, etc - uma piolha estava com ranhocas e alguma tosse), vestimo-nos adequadamente (roupa por camadas) e, o marido e as piolhas calçaram algo apropriado (a minha aventura foi outra) e lá fomos nós, por Oliveira do Hospital em direção à Serra da Estrela. Nesta localidade, já víamos as montanhas brancas e a excitação de chegar era muita!

O dia estava enevoado mas o sol surgiu e nós aproveitámos bem cada momento!

Apesar de ser muito american style, tive que realizar um desejo antigo: fazer anjos na neve!! É tãããããõooo giro!!! E até as piolhas gostaram! fazer bonecos de neve é que já é outra história: é muito complicado. A sério! Com neve fofinha não dá porque não "cola", com gelo é demasiado rijo para moldar e chateia imenso estar ali a empilhar neve atrás de neve com tudo a desmoronar. Desistimos e fomos ver os que já havia feitos por lá. Caímos imenso nas zonas de neve fofa e ficávamos com neve até à cinta. E ríamos. E também demos alguns trambolhões porreiros e muitas muitas batalhas de bolas de neve fofa, que se desmanchavam mal atingiam o seu alvo.

 

 

 

 

 

 

Os baldes da praia, que vivem todo o ano na mala do carro, foram de uma utilidade maravilhosa. Fizemos imensos castelos de neve em cima de rochas e as piolhas acharam o máximo fazer com neve o que se costuma fazer com areia. Reação mais do que positiva.

 

A paisagem é fantástica. Acho até que fica muito mais bonita assim com uma neve que já começa a derreter abaixo dos 1500 m do que sem neve alguma. 

E eu, que só tenho botas de salto alto e sapatilhas a precisar de reforma (as pobres já contam com uns 8 anos em cima), achei que iria muito bem com umas bota stipo pantufa. E ia! nada de frio nos pés! Mas, a água que passava nas bermas começou a infiltrar-se pelas solas e, a caminho da Lagoa Comprida, os meus pés estavam molhados. Ali não comprei nenhumas botas novas mas, chegados ao sabugal, nem pensei duas vezes: ganhei umas botas novas, muito giras e parecidas com as das piolhas mas em preto, umas meias de lã e uma constipação que me obrigou a ficar dependente de Griponal e Brufen durante quase 1 semana... Parvoíces da minha parte, pois.

 

 

 

 

Do branco da neve passámos ao branco da farinha. Se alguma vez se aventurarem por terras centrais, na Serra da Estrela, é obrigatório parar em Seia e visitar o Museu do Pão. É fan-tás-ti-co!! Parece uma mini-aldeia dentro de um único espaço, há imensas coisas para ver, o museu está muito bem organizado e conseguido, as crianças aprendem muito com a visita pedagógica. Vale mesmo a pena. As piolhas, que nem ligam nada a estas coisas, apesar dos meus esforços, ainda que inicialmente relutantes e aparentemente distraídas de todo, captaram a mensagem e, à noite, relataram-nos o que tinham visto nos Museus do Pão e do Brinquedo (que me dececionou - pois não se compara ao de Sintra - mas que elas amaram).

 

 

 

E, da neve para a areia!

Um domingo diferente, cheio de sol, vento e maresia. Apesar de mais cavada pelas ondas tsunamicas destas últimas tempestades hercúleas, ainda teremos areal e praias no verão, mas sem grandes abusos, porque com a maré cheia, sobra pouco espaço.

Mais uma oportunidade para correr e saltar e, apesar de ser feio, amestrar as piolhas que não têm a mínima noção do que é andar em segurança num passeio, que não sabem andar a pé, que não pescam nada de passadeiras. É uma luta que teremos que travar imenso nestes próximos tempos.

 

 

 

 

 

E mais voltas de seguirão. Ao jeito "vamos dar um passeio a ..... (preencher o espaço com um nome), que tem ... (preencher com um monumento, local de interesse, etc.) e fazemos um picnic!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens