Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O valor do que se perde

por t2para4, em 14.05.14

As piolhas vão enfrentar a perda e perceber o valor das coisas, da maneira mais prática que existe: através da realidade.

Uma das suas obsessões é ter sempre as mãos ocupadas. Ora, como estão proíbidas - por mim e pelo pai - de levar brinquedos para a escola, eu deixo que levem livros, até porque leem quase tudo e gostam. Têm levado livros da Barbie (uns enormes que comprei no Lidl há uns tempos e uns mais recentes da Barbie and the DreamHouse).

Desde que têm os gatos que uma delas esqueceu as mãos ocupadas e já não leva nada, embora ainda peça parra levar os óculos de sol ou um boneco ou assim - sem sorte. A outra ainda precisava de levar de um livro. Queria levar dois mas lá aceitou a minha ordem de dedo em riste "só UM!". E levou-o e andou com ele para todo o lado e... perdeu-o.

À saída, obriguei-a a ver pela escola toda, a ir às salas onde esteve, a perguntar às funcionárias, a ver na biblioteca. Nada de livro. A certa altura fugiu sem avisar para onde ia, simplesmente desapareceu. Quando a encontrei, levou duas palmadas naquele rabo e nem se atreveu a fazer beicinho nem cara feia. Soube que errara.

Resultado: o livro não apareceu - e se alguém o levou, não voltará a aparecer, apesar de lá irem escritos os nomes delas -, ficou com uma coleção estragada (uma coleção antiga, para aí finais anos 90, princípios anos 2000, comprada no ebay, só da Disney em Inglês), perdeu o livro de que mais gostava e ficou de castigo: além de ter ido arrumar o quarto mal chegou a casa e colocar livros nas prateleiras para ver o que tem, tão cedo não vai andar a fazer pulseiras de borracha (aka macramé borrachoso) em casa. Que as faça na escola com os amigos, se quiser.

E, assim, de forma dolorosa - porque perdeu algo de que gostava e não se atreve sequer a verter uma lágrima ao pé de mim - vai aprender a dar valor às coisas e a perceber que as obsessões não são coisas saudáveis.

 

E eu vou tomar um victan porque já me enervei e porque ainda há pessoas que acham que eu é que sou obsessiva porque também tinha coisas na mão - a mão da piolha que não se atreveu a descolar depois de ter fugido e levado duas palmadas. No dia em que souberem o que é passar por estas merdas - porque o autismo também é isto: as obsessões, o ter as mãos sempre ocupadas nem que seja com um estojo, o não pensar em nada exceto noq ue vem à ideia naquele momento e agir, o ter predido algo e ficar um disco riscado até sabe-se lá quando -, nesse dia e somente nesse dia, falem comigo. Até lá, ponham a mão na boca e arranquem as cordas vocais. Assim os pensamentos, como direi, de merda!, não terão como sair. Verbalmente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

De regresso ao "keep the body moving"

por t2para4, em 14.05.14

Depois de deixar as piolhas na escola, foi altura de regressar aos exercícios de musculação + cardio escada acima-escada abaixo, ao trazer as compras para o t2 com direito a arrumações e tarefas de limpeza do caixote de areia da gataria e da cozinha.

Depois,  tempo de matar saudades do meu tapete de yoga.  Dynamix time!!

 


Oh boy, estou tão enferrujada.... Mas soube tão bem!! Senti mesmo o corpo a aliviar a tensão, a relaxar. O pior foi a tensão arterial que desceu imenso e já me fez tomar um café nem forte agorinha mesmo. É a parte má do fazer exercício. Mesmo que coma que nem um elefante ou espete açúcar na boca, a tensão arterial baixa sempre que faço exercício, o que me obriga a algumas paragens para recuperar. Nada que um bom coffee não resolva! E daí mais uma razão para eu me dedicar, com calma, ao meu ritmo, sem críticas ou comentários ou bocas em surdina ou whatever, na minha maravilhosa sala. O único público em casa a esta hora até estava a dormir na cesta, na cozinha!

Não sou de ilusões e já me cansei de pesquisas milagrosas. Não sou uma fanática pelo saudável mas tento, sempre que possível, praticar essa filosofia e reparti-la com a família, principalmente as piolhas. Adoram a atividade de desporto na escola, gostam imenso de saber que a mãe e o pai fazem exercícios em casa e, mesmo que não gostem, esforçam-se por comer legumes e frutas com bastante frequência. São coisas básicas.

Pensei em ir correr por aí mas acredito que mal virasse a esquina já estava de bofes na boca e a mendigar um café. Além disso, a correr já ando eu grande parte do dia. A minha TV, os meus vídeos (e o youtube tem carradas deles para todos os gostos e objetivos), o meu tapete de yoga, a minha sala e roupa confortável, já me incentivam a "keep the body moving". E, agora, um bom banho quentinho, um cuidado especial do cabelo, mimos do Quico e do Silvestre e nem me posso queixar. Bom bom, era ter as piolhas também por aqui :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens