Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Vamos começar por ordem decrescente, para causar impacto.

 

5. São gémeas?

Um clássico. Apetece logo responder algo do género "Não, são clones", "Não, são hologramas", "Não, o/a senhor/a precisa de ajustar a sua graduação", "Não, estavam em promoção e comprei mais uma", "Não, encontrei aquela ali no estacionamento e decidi ficar com ela"

 

 

4. Por que não levas as miúdas à missa/pões na catequese?

Hmmm, deixa cá ver, porque não há tarefeiras na catequese, porque não gosto da maioria dos catequistas da minha localidade, porque elas não entendem a big picture daquilo, porque eu não quero. São opções pessoais, não?

 

 

3.  Por que não mudas de profissão?

Por qué no te callas?! Eu ainda acredito no que gosto de fazer, eu ainda sinto uma paixão enorme e uma entrega total em ensinar, eu ainda vou tendo horários - alguns melhores, outros miseráveis - todos os anos, eu adoro o que faço.

Quando isto deixar de ser assim, quando eu deixar de conseguir horários, desistirei. Só aí mudarei de profissão. Até lá, sou assumidamente professora. Ponto.

 

 

2. Tens a certeza que têm autismo?

Eu deveria ganhar dinheiro com esta pergunta, dada a quantidade absurda de vezes que me é feita. Apetece responder "Ah e tal, estava tão cansada da minha vida monótona de mãe de gémeas que decidi que faltava sofrer um pouco mais e encher toda a gente de trabalho e gastar fortunas em qualquer coisa que não se vê, assim, tipo terapias. Vai daí, pensei: é pá, o ideal é uma deficiência, daquelas que ninguém vê e põe toda a gente a dizer como é possível porque são tão lindas. Pesquisei muito e achei que o ideal era Autismo. Foi assim que decidi. Escolhi uma deficiência que toda a gente acha que é uma doença e que poucos sabem o que é. Nunca mais tive momentos de seca familiar! Um mimo!"

 

1. Mas se trabalhas tão poucas horas por que andas sempre cansada? Cansada de quê?

A pergunta que mais ouço. É espantoso, juro. Primeiro: não tenho que dar justificação do meu cansaço a ninguém; segundo: o meu cansaço não prejudica o  meu trabalho; terceiro: não tenho uma vida familiar propriamente cor de rosa e cheia de purpurinas; quarto: não preciso de ter razões para estar cansada. Estou cansada e pronto.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:49

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens