Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O email do blog

por t2para4, em 05.01.15

Costumo utilizar bastante o email do blog quando quero dar a conhecer a nossa história (já agora, para quem não está a par, basta ler as informações sobre nós, sobre o blog ou o perfil), para me comunicar com outros bloggers, para contactar entidades/pessoas/etc. relacionadas direta ou indiretamente com o autismo, para realizar tarefas (participar em workshops online, atividades, etc.) que possam vir a tornar-se úteis no meu/nosso trabalho com as piolhas.

 

Posto isto e, porque não ando na blogosfera propriamente desde ontem e acho que o t2para4 mostra bem o empenho e evolução que foi tendo ao longo do tempo (fiz questão de não alterar o que foi ficando para trás, exatamente por isso) bem como o objetivo fundamental para o qual foi criado está bem conseguido, incomoda-me imenso que, quando teço algum comentário ou me inscrevo em alguma modalidade que peça um email e eu ceda o do blog, aconteça uma de várias coisas:

- pergunta direta de "quem és?". Eu respondo agora: sou a mãe e a blogger do t2para4. Não preciso nem quero dizer o meu nome nem o da minha família nem dar a morada nem o número de telefone nem o raio que parta. Se eu envio um email onde me identifico corretamente, onde falo de um assunto sério, onde me mostro a minha disponibilidade para a/b/c e até termino com o meu 1º nome, não percebo porque razão alguém precise de saber mais detalhes da minha vida. Nada do que escrevo nos emails enviados pode sequer roçar a fraude ou whatever.

- não há resposta. A sério? Estamos na escola primária? Do mesmo modo que eu respondo, mesmo que tarde, a todos os que me contactam, acho que o mínimo exigido deveria ser uma resposta de volta, mas tudo bem.

- não aceitar o email e, por conseguinte, não aceitar inscrição, etc. Ora, se uma determinada inscrição, não pede dados pessoais e não há nenhuma informação em contrário acerca do uso dos nossos blogs, por que razão não hei de ser a t2para4?

- quererem conhecer-me antes de decidir se se aceita uma inscrição/proposta de divulgação sobre o autismo/etc. É mesmo necessário quererem ver a minha fronha para partilhar um texto? É mesmo necessário fazer um currículo vitae e apresentar um NIF para escrever meia dúzia de palavras sobre o autismo/partilhar um post/tecer um comentário? A sério?

 

 

Ora, sendo eu uma gaja de letras e com muitas horas de séries policiais nos olhos/cérebro, deduzo que, se calhar, estas pessoas devem achar que o autismo é uma "doença" estranha, altamente contagiosa que pode lançar um vírus no pc que passa para as pessoas (uuuuuuuhhhh, me-do); que, se calhar, no meio de pseudo campanhas a favor de a/b/c, o autismo não é "in", ou seja, temos que sensibilizar para aquilo que dá bués visualizações e comentários, né?; o esforço de quem tenta fazer uma vida normal e, portanto, no meio de tanta foto e pedaços de vida pessoal espalhados neste blog, ainda se acha que estamos a fingir ou a fugir de algo, não é o suficiente para se ser aceite num workshop ou fazer parte de uma mailing list.

 

 

E, como uma das minhas muitas resoluções pré e pós 2015 passa por me afastar do que não interessa, deixo estas considerações: I don't care.

 

- Irei continuar a sensibilizar como puder, com quem quiser - no strings attached!

- Workshops? Em vez de os fazer online, faço-os presencialmente. É muito mais interessante e ainda fico com um certificado no final (valha ele o que valer)

- Continuarei a dar o email do t2para4 e a identificar-me com o t2para4 sempre e quando se aprouver, sempre que fizer sentido para mim e para as piolhas (ainda que, para o comum dos neurotípicos não faça).

 

Done.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:39

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens