Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O tempo perguntou ao tempo...

por t2para4, em 08.05.15

... quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu ao tempo: "tenho tanto tempo quanto tempo o tempo tem".

 

Lembram-se deste trava-línguas/lengalenga? Cada vez me lembro mais dele... Eu sinto o meu tempo a escorrer-me e a escapar-se-me por entre os dentos para um tempo que não é o meu tempo. Às vezes até sinto que não sou deste tempo e ai se começo a falar do tempo que ora chove ora faz sol!!!

 

Tudo isto para quê? Tenho um horário flexível e esburacado, em parte por opção, para estar sempre por perto por causa das filhotas mas isso também me obriga a compensar perdas monetárias e a encontrar alternativas. Alternativas essas que passam por um freelance - chamemos-lhe assim. E, apesar de conseguir conjugar tudo isso durante o período que as filhotas passam na escola, lá vem um horário que me obriga a dispensar sábados ou partes do dia em que teria que estra com a família. E é tão difícil gerir tudo isso quando o marido tem um turno incompatível com o meu... Com avós maternos longe, tia a trabalhar, avós paternos que quase não existem e não sabem estar/lidar com as netas, amiga grávida já com contrações, as minhas opções de logística babysitting estão reduzidas a pouco mais do que "me, myself and I"...

E tenho levado as filhotas comigo para o trabalho. Tem corrido bem, apesar de algumas chamadas de atenção para as conversinhas delas ou som dos tablets. Tenho levado os materiais delas para que aguentem bem e sem queixas as 2 ou 3 horas extra de trabalho que tenho. E, felizmente, tenho pessoas compreensivas e tem corrido tudo bem e consigo manter o profissionalismo que sempre tive.

 

No entanto, não é só o levá-las comigo que me resolve parte da logística! Ainda há todo um trabalho doméstico/académico/profissional que tenho que fazer, tal como, ter que preparar o jantar às 14h ou 15h e deixar já a mesa posta para quando chegarmos a casa, bem depois das 20h30, ser só aquecer, sentar e comer. Mas ainda se segue a saga dos banhos, dos preparativos para o dia seguinte, etc e tal. E, felizmente, os TPC acabam por ser feitos enquanto trabalho... Ao que acresce, muitas vezes, antes de deitar, ainda preparar uns materiais para uma aula ou uma formação e ainda pensar que me falta terminar um trabalho urgente qu eprecisa de ser entregue até ao dia "x"...

 

E, depois, deparo-me com um texto fantástico (ler aqui) que me deixa a pensar se vale a pena correr tanto, multitask de forma quase circense... Está certo que estou com as minhas filhas mas não do modo como desejaria... E a vida tem que ser muito mais do que uma gigajoga louca de corridas de trabalho, seja ele de que tipo for, goste-se ou não. Eu adoro o que faço mas, nesta altura, estou pior que os meus alunos: cansada, chata, resmungona, irritável. E a precisar de mimo e de sei lá mais o quê. Sinto-me o máximo quando vejo tudo aquilo que fiz mas depois cai a ficha quando paro dois segundos e se acumula o cansaço de semanas loucas, de noites a dormir mal, de preocupações com as filhotas, de futuros incertos.

Vivemos um dia de cada vez e tentamos evitar pensar que possa ser o último. Só mesmo viver um dia de cada vez  e, de manhã, ao acordar, saber que há a possibilidade de melhorar/corrigir/viver algo melhor/diferente/etc. Hoje pondero e questiono tudo isto mas amanhã espero estar a sentir-me mais ensolarada por dentro...

 

 

 

---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:05

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens