Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os cuidados com o cabelo das piolhas

por t2para4, em 27.06.15

A minha intenção era manter o cabelo das piolhas o mais intacto possível, durante o máximo de tempo possível, sem necessidade de o cortar. Até ter começado um dos nossos grandes pesadelos (aqui e aqui).

Para disfarçar as áreas sem cabelo (peladas), fomos cortando sempre abaixo da nuca sem acertar totalmente senão a piolha ficava com um corte à tropa. A verdade é que, passados todos estes anos, o cabelo que nasceu de novo, diferencia-se muito bem daquele que foi sendo cortado pois, nas pontas, na parte onde não tinha cabelo, ainda se enrola como o cabelo de bebé... Vai certamente perder esse jeito na próxima ida ao cabeleireiro.

 

Neste momento, e há já uns tempos, que estamos numa fase muito muito boa, no  que diz respeito aos cuidados capilares. A tricotilomania parece ter desaparecido de vez e o objetivo bem marcado das piolhas é ter o cabelo tão ou mais comprido que o das amigas trigémeas (que têm pela cinta). Eu não me oponho nem me importo, apesar da trabalheira que dá...

 

 

Que cuidados temos para evitar que a estereotipia regresse, para que o cabelo se mantenha saudável, para que ele cresça:

- corte saúde no mínimo de 4 em 4 meses ou máximo 6 em 6 meses;

- champo suave para crianças (adeus Johnson's, que já não dava conta do recado);

- condicionador para adultos, edições "previne pontas espigadas", "especial verão", etc.;

- spray com mistura de amaciador e água para desembaraçar quando parece um ninho de ratos e é preciso pentear;

- cerca de 3 x/semana, aplico um óleo protetor de pontas espigadas;

- cabelo lavado todos os dias no verão e de 2 em 2 dias no inverno;

- no inverno, usamos secador; no verão, seca ao natural;

- o cabelo é penteado apenas depois do banho ou se estiver muito eriçado ou precisar de ser apanhado, de resto, não penteamos;

- usamos uns elásticos torcidos (que fazem lembrar os cabos dos telefones fixos) e verificamos que, ao tirá-los, raramente vêm cabelos agarrados (ao invés do que acontecia com os outros);

- quando fazemos prevenção ou tratamento contra piolhos, nunca deixo de ter em atenção estes cuidados e uso sempre imenso condicionador;

- quando vamos à piscina, por causa do cloro que seca o cabelo, levam sempre um apanhado, para evitar que se embarace e se enrede;

- vitaminas à base de geleia real 2 x/ano;

- evitamos penteados elaborados ou apanhados muito repuxados, uso de lacas ou gel (apenas um creme para caracóis/ondulados, em dias de festa);

- reforço positivo das intenções da piolha - ter um cabelo comprido;

- elogio do progresso até a momento e da tenacidade que têm.

 

 

Dá muito trabalho, é preciso estar atento aos produtos de qualidade no supermercado (e aproveitar as promoções), ter cuidados redobrados no verão por causa dos banhos piscina/rio/mar e pediculose, aperceber-me atempadamente se há um retrocesso na estereotipa ou perda de muitos cabelos e o que motiva a isso. Mas creio que os resultados valem bem a pena todo este esforço e dedicação.

Vejam por vocês mesmos! Fotografia sem edição (só recortei e nomeei).

 

IMG_6752.jpg

 

Pode parecer fútil e algo que não interessa a ninguém, mas, para mim, o facto de elas (principalmente uma delas), ter conseguido ultrapassar a estereotipia que tinha e ter recuperado de todas aquelas clareiras sem um único cabelo, é algo extraordinário. E, modéstia à parte, elas estão com um cabelo lindíssimo, super bem cuidado e que lhes fica lindamente!!

O próximo corte será em setembro, para apagar possíveis estragos do verão e porque está na altura de mais um corte saúde. Primeiro elas e depois eu.

 

 

 

---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens