Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A minha maioridade atingiu a maioridade

por t2para4, em 06.10.16

Há 18 anos, a início de outubro, fazia 18 anos.

Há 18 anos, entrava na Universidade, na Faculdade de Letras, onde eu sempre quis estudar. 

 

Depois das minhas dúvidas fashionistas wannabe acerca de camisas brancas e de me ter decidido a vestir e reanimar a minha velhinha de idade camisa do traje académico, eis que, no feriado, nos encaminhamos para a alta de Coimbra e vamos até à zona das faculdades. Depois de um passeio e fotos pelo Botânico, seguimos para cima e calhou bem. Calhou bem porque vimos uma pequena tuna atuar - embora os turistas não estivessem para aí virados e a única parvinha a bater palmas e a sorrir de saudade fosse eu -, as piolhas puderem sentir in loco um pouco da boa tradição coimbrã e estar num local onde os pais passaram tantos anos das suas vidas (mais o pai que a mãe...).

 

Foi estranho - é sempre estranho para mim - regressar - ainda que só nos degraus, desta feita não precisei de entrar - à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Passei ali os anos mais miseráveis mas também os mais felizes da minha vida pré-piolhas. E, se por um lado, bate aquela saudade tão tipicamente coimbrã, tão estudantil, tão nossa, por outro lado, custa olhar para trás e apercebermo-nos que, afinal, o caminho árduo só começara ali e tanto e tão mais ainda nos esperava...

 

Há 18 anos não fazia a mínima ideia de como seria a minha vida hoje. Se mo tivessem dito, no género, "vim do futuro e sou o teu eu", não teria acreditado. Minimamente. Nem conceberia jamais que seria possível sobreviver a tantas provações e ainda sair fortalecido de tudo isso. 

Há 18 anos, senti que a melhor prenda de aniversário que poderia ter recebido tinha sido o entrar na Faculdade que sempre quis, na Universidade com que sempre sonhei, sem perder nenhum ano (ainda que tenha entrado na 2ª fase)- como se isso me fosse dar algum Prémio Nobel, mas enfim... 

18 anos depois, o dia não poderia ter corrido pior (desde baterem-me no carro logo de manhã a acabar o dia com uma crise  por causa da minha amiga escoliose lombar), o que deu em eu adiar por uns dias a suposta celebração do meu aniversário. Coincidiu com o nosso passeio e com o passar de quase 2 décadas, em frente à FLUC.

18 anos depois, as piolhas sorriem com a ideia de que a mãe estudou ali para ser professora mas respondeu "não" à pergunta "querem vir para aqui estudar um dia?" (smart girls ;) ) e tiram fotos felizes.

18 anos depois sinto que cresci muito, muito depressa, que o tempo passou muito - demasiado! - depressa, que sou e me sinto uma outra pessoa. Mais feliz, mais resolvida com a vida, menos deprimida, mais completa. Ainda assim, com saudade... Aquela saudade que a Estudantina diz no Eferreá "ahhhhh, saudade" em voz arrastada...

 

Apesar de tudo, 18 anos depois, volto a estar de parabéns. Não reentrei na universidade mas aprendi muito com a universidade e é graças a ela que faço o que faço, com toda a paixaão e entrega.

 

18 anos, volto a estar de parabéns. Porque, afinal, também faço anos. Atingi a tal maioridade da maioridade.

 

 

DSCF2279.JPG

 

 

 

 

 

 ---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens