Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como ter este sentimento de "complete achievement"?

É ter o nosso terapeuta da fala connosco a ver como estão as piolhas, a falar com elas, a aprovar os materiais pedagógicos que adquiri, a concordar com o trabalho a continuar a fazer com elas e a dizer-me que, de todos os pais com quem já trabalhou a nível de acompanhamento dos filhos, eu sou das mais qualificadas para continuar esse trabalho, mesmo não sendo terapeuta, porque aprendi imenso,  nunca falhei uma sessão, estive sempre presente, tirei dúvidas e insisti sempre na aprendizagem de novos métodos.

 

Este grande elogio só vem dar-me ainda mais força e determinação em fazer com as piolhas aquilo que o Estado, por dever e obrigação, deveria ter para com elas, por direito: um técnico para trabalhar com elas, em horários específicos na escola, tal como previsto nos documentos de referenciação e inclusão no Decreto-Lei 3. Shame on you, Mr Crato and shame on all your Ministery!

Todos os dias, TODOS OS DIAS, as piolhas melhoram algo. Na nossa escola, funcionamos como equipa: professora titular, professor do ensino especial (aquele que deu a sua componente não letiva para trabalhar com as minhas filhas, lembra-se de lho ter dito?), auxiliares operacionais e pais. E até parece que a nossa equipa alarga todos os dias, incluindo os colegas da turma e do ATL, que têm por elas um carinho enorme e um sentimento quase extremo de proteção.

 

Eu tomei a decisão certa. E o sr. Ministro? 

Eu trabalho por e para elas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De MiaMartin a 20.10.2013 às 17:48

a terapeuta de fala deixa-te assistir?!?!? A mim não...
Imagem de perfil

De t2para4 a 20.10.2013 às 17:51

A sério? Acho isso muito errado. Como vais aprender algo e ajudar os teus piolhos em casa? Dar continuidade ao trabalho dela? O nosso terapeuta não queria que eu não estivesse presente :) ainda cheguei a sugerir isso - naquelas alturtas em que andava mesmo cansada e precisava desesperadamente de uma hora só para mim - e ele não o recomendava pelas razões que apontei acima...
As únicas sessões onde não estava presente era quando ele ia trabalhar no jardim de infância em contexto sala de aula.
Sem imagem de perfil

De Daniela Santos a 20.10.2013 às 20:02

ai de quem me diga que não posso assistir às terapias do meu filho! era só o que faltava!
e se por acaso não estou na sala, estou à porta, encostada a ouvir o que se passa lá dentro... o que vale é que ninguém me diz isso, porque sabem que me venho embora logo a seguir.....
Imagem de perfil

De t2para4 a 20.10.2013 às 20:25

Se trabalhamos todos para o mesmo, com um objetivo final, porquê excluir os pais? Não faz sentido... 

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens