Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




2013 em retrospetiva mensal

por t2para4, em 26.12.13

Foi um ano... intenso, chato, doloroso, feliz, amargo, azedo, estimulante, trabalhoso, e sei lá mais o quê. Não vou falar de crises pois essas, além das financeiras, também atingiram os valores, a dignidade, o orgulho pessoal, a inclusão. 

Foi mais um ano que se passou. Desejo muito, muito mesmo, que 2014 seja melhor. Mais calmo. Feliz. 

 

Janeiro 

 Começou mal: birras e muitas crises das piolhas, regresso aos antidepressivos da minha parte, tudo de molho em casa da avó, esbardalhei-me na escola na hora do intervalo. Eu continuava desempregada, embora, "ocupada". A minha casa passou por mais transformações.

 

 

Fevereiro

 Primeiras visitas da fada dos dentes, idas das piolhas ao cabeleireiro como as pessoas crescidas, complexo de Electra, o 1º Carnaval fora de casa

 

 

Março

 Continuam as birras e os disparates das piolhas. Começam, a toda a força e com imenso empenho, os preparativos para o Dia da Consciencialização do Autismo e invento a história "As Ervilhas Especiais". Experimentámos armarmo-nos em agricultores de fim de semana e não correu bem. Idas ao dentista que correram muito bem.

 

 

Abril

 Muita muita muita consciencialização da existência do autismo. Azul por todo o lado, desde a escola à câmara municipal. Muitas ações de sensibilização, um feedback fantástico. Nova visita da fada dos dentes. Um dos maiores cagaços da minha vida (nódulos mamários...) e, assim preto no branco, idade das piolhas em comportamento adaptativo = 4 anos...

 

 

Maio

 Mais um meltdown completamente diferente do que já tinha vivenciado. Muita ansiedade mas muitas atividades em família - coisas de gaja, como ir às compras, por exemplo, eh eh eh

Dia da mãe fantástico, pai em casa, prendas maravilhosas e uma despedida do Jardim de Infância inesquecível...

 

Junho
Abertura oficial da época balnear do t2. Incrição das piolhas no 1º ciclo (choque com a realidade, oh meu deus, estão tão crescidas as minhas bebés...). São João festejado em casa. Términus da minha "ocupação" enquanto desempregada mas com um sentimento de realização e orgulho pessoal, com pessoas fantásticas, com 300 crianças que me acompanharam todos os dias, com trabalho voluntário na unidade multideficiências. Edição de um livro "As Aventuras de João e Joana", um livro coletivo, da autoria de toda uma escola. Ciclo completo: plantar uma árvore, escrever um livro, fazer um filho.

 

Julho

Festa final do Jardim de Infância e preparação da mesma, com peddypaper, surpresas, muita animação! Começo oficial das férias (principalmente das minhas, forçadas...). Visitas a museus. Passeio. Aquisição dos manuais escolares do 1º ano do 1º ciclo... Preparação de uma festa de aniversário inesquecível com os coleguinhas do Jardim de Infância.

 

 

 

 

Agosto

 O melhor mês de férias com as piolhas de sempre!!!! Muitas atividades, muita brincadeira, muito descanso, muita muita muita muita piscina!!! 

 

 

 

Setembro

 Os últimos passeios das férias grandes. A 1ª viagem de transportes públicos. A entrada das piolhas no 1º ciclo. Mudanças no quarto delas - again! Uma apendicectomia logo no 1º dia de aulas das piolhas e uma recuperação dolorosa. Não um mas dois contratos de trabalho e, de repente, de baixa médica, vejo-me com trabalho e com o dia todo ocupado e nem acredito na minha boa sorte. O drama dos TPC...

 

 

 

 

Outubro

 Regresso doloroso ao trabalho (deveria ter ficado mais uma semana de baixa e as cicatrizes revelaram hematomas internos e foi um horror). Uma delícia poder voltar à preparação de aulas e materiais. Começo de uma luta sem saber muito bem como me envolvi: financiamento do CRI cortado em 60% e terapias de crianças com nee (piolhas incluídas) seriamente comprometidas. Circulação de um abaixo-assinado que reuniu quase 6 mil assinaturas. Começo a estudar a legislação que protege as pessoas com deficiência e os acordos assinados por Portugal e vou sendo eu a terapeuta da fala substituta das piolhas para que elas não percam nada enquanto não se sabe se virão terapeutas ou não, se elas terão direito ou não...  Recado ao Crato "Não somos meras questões administrativas" e regresso aos meltdowns.

 

 

Novembro

 Continuam as birras e crises. A ansiedade académica é um caos embora as piolhas gostem da escola e encarem os TPC com responsabilidade. O Sol inverte a polaridade e dá cabo do pessoal na Terra e acabamos com as piolhas na urgência a falar com o pediatra da unidade de autismo por causa de comportamentos disruptivos que regressam em cheio, por causa das habituais birras e incapacidade de a comunidade em geral não saber distinguir as coisas e não saber lidar com as coisas. 

Ida a muitas reuniões, participação numa manifestação pelos direitos das nossas crianças com nee, estudo da legislação violada, ida à assembleia municipal expor e defender a nossa causa enquanto grupo de associações de pais, pais e encarregados de educação de crianças com necessidades educativas especiais do cri da arcil. Envio do abaixo-assinado para o parlamento e para o MEC. 

 

 

Dezembro

Participação em blogs e jornais de escolas sobre o autismo no t2, disponibilidade e promoção de ações de sensibilização em relação ao autismo, ida à Assembleia da República para uma Comissão Parlamentar Preliminar com audição dos peticionários - Petição n.º 305/XII/3.ª, da iniciativa de Associações de Encarregados de Educação dos Concelhos da Lousã, Góis, Pampilhosa da Serra e Miranda do Corvo que “Pretendem a reavaliação dos critérios de apoio aos alunos com Necessidades Especiais. link:  http://www.parlamento.pt/ActividadeParlamentar/Paginas/DetalheAudicao.aspx?BID=96545

Participação no Fórum da TSF "Educação Especial":  http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=3581151&tag=F%F3rum%20TSF , envio de uma carta + trabalhos dos nossos alunos com nee ao casal presidencial e outros destaques mediáticos acerca do que tem sido feito pelas nossas crianças. 

A avaliação das piolhas (Muito Bom a língua portuguesa; Bom a matemática, estudo do meio e expressão plástica) e a restruturação do seu horário para o 2º período, de modo a poder trazer-lhes momentos de tranquilidade e descompressão. A 1ª ida a um restaurante a sério, com escolha de menu, espera pela comida e convívio com os colegas da unidade de autismo e respetivos professores - um orgulho para a família.

O Natal e os olhinhos brilhantes das piolhas na sua ânsia de que chegue o grande dia e muitas sagradas famílias matrioska para oferecer. 

 

 

 

 

 

 

 

 

O final do ano em união, como sempre. A promessa de um novo ano. Objetivos a definir, a cumprir, a prometer, a desrepeitar (eu e o exercício físico, por exemplo...). 

E, para terminar...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Ferreiro a 26.12.2013 às 22:41

Resumindo, ano em cheio no bom e no mau... por aqui também, não fosse a tua luta também a minha... segundo o teu M. deviamos juntar os pequenos! Acabavamos o ano em beleza! ;)
Imagem de perfil

De t2para4 a 30.12.2013 às 13:26

Podes crer... 
O M. tem razão! temos que combinar um fim de semana em que estejamos mais leves de trabalho e esteja melhor tempo meteorológico e vamos dar uma volta com os piquenos. Parece-te bem?


Bom ano, beijocas!
Sem imagem de perfil

De Ana Ferreiro a 30.12.2013 às 19:43

Parece-me bem, sim senhora!! Tempo miserável que está! Nem dá para ir a lado nenhum!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens