Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Leitura das piolhas #3

por t2para4, em 20.07.13

Apesar de irmos insistindo no ler histórias, recontá-las, fazer atividades alusivas ao que acabou de ser lido, nem sempre somos muito fiéis às nossas ideias e nem sempre somos muito assíduos...

Seja como for, as piolhas adoram ouvir histórias e até já revelam capacidade para contarem pequenos contos, inventados por elas, ainda que sejam muito presos a realidades ou desenhos animados que conheçam.

 

Há uns meses atrás, trouxe um livro muito engraçado da biblioteca:

 

 

Lemos a história em conjunto, usando a estratégia habitual: eu vou lendo as palavras que as piolhas ainda não conseguem ler e elas leem o que já conhecem, por isso, fica uma história contada a 3 vozes.

Ora, a história da elefanta Élia tem como acessório fundamental o chapéu. E, inspirada nisso, em placa EVA decidi colar uma imagem da elefanta e de chapéus de vários feitios. Bastou desenhar numa folha branca, contornar com marcador preto e dar às piolhas para pintarem.Essa parte não correu muito bem pois elas queriam era andar a experimentar chapéus e não a pintar chapéus...

 

 

Este conjunto elefanta-chapéus ainda anda por casa, numa gaveta. O objetivo é seguir um pouco o final da história e... experimengtar chapéus!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:21

Um brinquedo diferente

por t2para4, em 25.03.13

A R. tem um talento incrível. Estou simplesmente apaixonada pelos seus desenhos - muitos deles figurarão na exposição que estou a organizar no âmbito da consciencialização do autismo, em abril. A R., além de autismo clássico, tem deficiência mental e epilepsia. Mas também tem imensa imaginação e faz desenhos incríveis.

Na minha recolha de desenhos e conversas com a mãe da R., houve um que se destacou pela imaginação e pela beleza que ela conseguiu colocar no papel. Na esperança que lhe possa trazer algum estímulo diferente mas agradável e alguma alegria, meti mãos à obra e reinventei a imaginação da R.

 

E este foi o resultado final. Só espero que ela goste. Não sei se é possível, mas tentei "imprimir" o máximo de carinho e alegria nas linhas e recortes. 

 

 

 

Tentei ser o mais fiel possível ao desenho. Acho que nem ficou muito mal. Eu gosto e as piolhas também :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09

O momento ahhhh das piolhas #3

por t2para4, em 20.03.13

Repetição do que eu faço quando preciso de moldes para os meus feltros... Simples.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39

Na sequência das inciativas aqui apresentadasque visam a sensibilização para a temática do autismo, venho apelar à colaboração de pais, cuidadores, professores, educadores, terapeutas, etc. de crianças com autismo , não importa a gravidade do espectro, que enviem desenhos elaborados pelos seus filhos (não importa a idade) com referência, tanto quanto possível à idade (por exemplo, num canto da folha escrever "E., 4 anos"), para o email info@t2para4.com ou t2para4@sapo.pt (vai tudo dar ao mesmo sítio).

O objetivo é expôr os trabalhos no nosso agrupamento de escolas e posterior envio de notícia para os jornais locais (e talvez regionais). Vou obviamente usar os muitos desenhos das piolhas mas não chega. Gostaria que a nossa comunidade visse que, tal como qualquer criança, os autistas também fazem desenhos - às vezes, até muito melhor! -, que conseguem aprender e ensinar, que são diferentes mas iguais a todos os outros.

Quem quiser colaborar neste projeto, poderá fazê-lo até dia 1 de abril. Basta enviar os trabalhos por email, eu imprimo e organizo tudo na escola. Os trabalhos podem ou não ser anónimos - indiquem essa informação quando enviarem mail.

 

O meu/nosso muito obrigada desde já.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

O momento ahhhh das piolhas #2

por t2para4, em 11.03.13

E que tal escrever todos os nomes com que batizaram os seus póneis? Os privilegiados têm dupla nacionalidade com direito a nomes próprios em português e em inglês.

Assim, traduzindo:

 

- cherry berry = maria

- rarity = francisca

- lyra heartstrings = élia

- sunny rays = rosa

 

Foi só ir ditando as letras das partes do que não sabiam escrever...

 

 

A atualização do blog e resposta a emails e comentários seguirá dentro de instantes (vá, dias...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:19

"Joaninha voa voa..."

por t2para4, em 22.02.13

Palavras para quê?

 

 

 

Só ajudei na definição dos olhos e da boca e insisti muito na pintura sem sair do risco e em preencher melhor enqquanto pintava. Tudo o resto foi feito por ela e encheu-me de alegria e orgulho porque ela só quer fazer meninas e princesas e meninas e princesas e a mãe a mana e princesas e meninas. É raro fazer desenhos sem figuras humanas. Tive uma agradável surpresa :) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

O "TPC"

por t2para4, em 15.02.13

E TPC porquê? Porque uma das piolhas não quis trabalhar na escola. E, de propósito, com uma dose enorme de teimosia em cima e de sono a acompanhar, decidiu fazer tudo a despachar e pintar como se fosse a primeira vez que pegasse num lápis. 

Falei calmamente com ela e disse-lhe que, chegadas a casa, iríamos as duas trabalhar na cozinha (estamos a tratar de arranjar maniera de mudar o quarto delas para os estudos quando entrarem na escola primária) enquanto a mana ia brincar, já que ela tinha feito tudo direitinho. Entendeu e concordou.

Reproduzi o que era suposto ter sido feito na escola e começámos. A primeira coisa foi ela dizer-me o que era ser amigo de alguém, ao que respondeu que era ajudar ou dar um abraço. Escolheu fazer o desenho do abraço. Começou por querer fazer tudo a despachar, muito mal proporcionado e sem jeito nenhum. Apaguei tudo e disse-lhe para recomeçar. Fizemos isto até ela perceber que não ganhava nada com as pressas, bem pelo contrário.

Fez o desenho na boa, escolheu as figuras que quis desenhar e eu só ajudei com o pormenor de só se ver uma maõ no abraço (porque a outra ficava escondida nas costas).

Hora de pintar: de cada vez que saía do risco, eu pagava e ela recomeçava. Quando abusava de propósito, eu avisava - e só precisei de o fazer uma única vez - que lhe rasgaria o trabalho e faria tudo de novo. Correu muito bem. Ainda miou a dizer que estava cansada mas nem liguei. Disse-lhe que há um tempo para trabalhar, outro para brincar e outro para descansar e que ela deveria ter feito aquele trabalhinho na escola. 

Fez tudo certinho, escreveu sozinha "dar um abraço" enquanto eu lhe ditava as letras e assinou. Ficou orgulhosa do resultado final e quei levá-lo para a escola. 

 

Eu sei que ela é capaz e que não estou a ser demasiado exigente nem dura. Eu sei que ela entende quando não age bem em relação à hora de trabalhar porque ela própria já o diz e admite. E sei que ela saberá ultrapassar essas fases por isso faço estas coisas com ela - ou com a irmã. 

E a prova é ficarem orgulhosas do seu próprio trabalho e verem que o esforço valeu a pena.

 

 

 

Além disso, teve direito à mãe só para ela durante quse uma hora :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

O nosso postal de Boas Festas

por t2para4, em 17.12.12

Visto que comecei hoje, oficialmente, a enviar/entregar os nossos presentes de Natal, acho que já faz sentido também deixar esta mensagem e aliviar sentimentos.

 

 

Podia ser um simples voto de Natal mas não é.

É a nossa maneira de dizer “Feliz Natal” recorrendo ao brilho da quadra, aos elementos mí(s)ticos que a envolvem, ao desejo de presentes, às estrelas que brilham e anunciam um bem maior, às peças de puzzle que pendem da árvore em referência ao autismo.

É um desenho de Natal feito pelas mãos e visto pelos olhos das piolhas. A mensagem está lá: Feliz Natal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:29

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens