Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tagarelice #34 e #35

por t2para4, em 22.04.14

Ao ver as notícias e em conversa com o marido e a minha irmã, acerca do homem que se passou e matou a sogra e a tia e feriu a ex-mulher e a filha, lá para os lados de Viseu.

Pergunto eu: - Mas afinal quem é que morreu?

O marido abrou a boca para falar mas saiu logo uma das piolhas com esta "- Foi o Eusébio!"

Pois... Não deixa de ter razão... E com tanto aparato televisivo, obviamente que ia lembrar-se disso, pois....

 

 

Anúncio publicitário da margarina ou manteiga Flora. A certa altura, a mocinha - que deve ter muitos problemas e pouca confiança -, questiona o companheiro: "Flora?! Mas quem é a Flora?!"

Resposta pronta das piolhas:

- É uma Winx!!!

 

Dah...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Na sequência do post anterior

por t2para4, em 09.02.14

Este, hoje é mesmo dia do disparate. Não se pode virar os olhos um minuto ou dar-lhes espaço para brincar. 

A consequência vai ter que ser retirar todos os objetos potencialmente perigosos daquela gaveta - onde nunca mexeram e pela qual nunca manifestaram qualquer interesse, meter tudo numa caixa fechada e colocá-la em local inacessível. Nessa caixa estarão então: vernizes, acetona. paus de laranjeira, limas, corta-unhas, tesouras, ganchos, etc.

 

E amanhã tenho de ir às compras: comprar os tais paus de laranjeira e, bem mais importante e menos fútil, fio dentário.

E perguntam vocês "Mas que raio tem uma coisa a ver com outra?"

 

Isto:

 

 

 

 

Tradução: é para lançar um papagaio. E perante o nosso ar incrédulo e cheiro a verniz das unhas no ar, a piolha só dizia "Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!Vou lançar o papagaio!"

 

A associação de ideias está brilhante, a criatividade está lá toda, a arte e o engenho também. Mas isso não a livrou de ter levado uma boa palmada por andar a mexer onde não devia. 

Acho que vou começar a tomar risperidona também porque daqui a pouco vou arrancar os meus cabelos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19

Tagarelice #26

por t2para4, em 20.01.14

Aquando da notícia sobre a entrega da medalha da Ordem do Infante a Cristiano Ronaldo:

 

- Olha, o Cristiano Ronaldo, recebeu um prémio.

- Pois, parece o Papa Francisco.

- (intervenho eu) Mas onde? Não é o Papa, é o Cavaco, o Presidente. 

- Mas o Cristiano parece o Papa Francisco.

 

Ora vejam lá se percebem a associação de ideias das piolhas... Bastou um segundo depois de eu ter faldo para perceber...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:03

As minhas pequenas leitoras

por t2para4, em 25.08.13

 

Estou a rebentar de orgulho e felicidade; sou, assumidamente, uma mãe babadíssima. Já sabia que as piolhas liam e pedem, cada vez mais, para que eu lhes leia algo do interesse delas, nem que seja só uma palavra isolada.

Mas, ontem... Ontem, ao copiar uma receita para o meu caderninho, tive alguém que me foi fazendo o ditado! E foi fantástico porque ela aprendeu a ler imensas coisas quase sozinha, com os mesmos recursos que qualquer outra criança! 

 

Fica um exemplo:

 

 
Continua a haver uma associação de ideias muito boa (royal = gelatina) e ouve-se mesmo aquela hesitação normal das crianças quando começam a ler. As minhas princesas estão mesmo mesmo a crescer...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:41

Claridade a mais

por t2para4, em 23.05.12

Fomos visitar a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (uma ideia peregrina da mãe...) e, até correu bem. Pouco mudou desde que saí, já lá vão quase 10 anos... 

Dali fomos para a Via Latina, pela Porta Férrea, ver a Faculdade de Direito e o solar. Não correu bem, pois o sol era imenso e batia de chapão naquele solo arenitoso e ricocheteava em cheio nos nossos olhos aquela luminosidade toda. Eu de óculos de sol estava bem mas as piolhas não... Além de terem os óculos todos riscados, ficaram em casa.

 

Dizia, então, uma delas, muito aflita e a esconder os olhos com as mãos:

"Ai, tenho muita calor nos meus olhos!!!"

 

Foi impossível não rir. E a associação de ideias de sol=calor, continua fantástica. Elas têm associações de ideias que nem sempre são fáceis de perceber mas são sempre sempre sempre muito lógicas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12

Imaginação? - Imagination?

por t2para4, em 12.11.11

 

Eis mais uma coisa que se pode fazer com lápis de cor...

 

 

----------------------------------------

Here's another thing that can be done with coloring pencils...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Calendário diário

por t2para4, em 30.09.11
Em todas as sessões de terapia da fala, o J. recorre a imagens como estas
que é um método de escrita com símbolos (mais informação em http://bica.cnotinfor.pt/2008/escrita-com-simbolos-no-apoio-a-terapia-da-fala/) e perimte às piolhas aprenderem mais e melhor, bem como a organizarem-se dentro daquele tempo em que decorre a ação. Ou seja, o nosso terapeuta escolhe uma série de símbolos que antecedem o trabalho a realizar e dispõe na mesa, explicando às piolhas o que vamos fazer. Elas controlam a sua ansiedade e sabem, passo por passo, o que vão fazer.
Há muitas vantagens nesta estratégia e, por isso mesmo, pensei se não seria bom fazer algo semelhante para o dia-a-dia. Mas, surgiu-me logo a ideia de um inconveviente: estaríamos a enqudrá-las demais num mundo rotulado e organizado, sem espaço para imprevistos. E eu quero que elas aprendam a lidar com os imprevistos sem se atirarem ao chão e gritarem desalmadamente durante intermináveis minutos, ou baterem-me nas cadeiras do carro só porque ia distraída e me enganei no caminho que (habitualmente) fazemos para ir para a piscina. Pedi opinião ao terapeuta que achou uma boa ideia e foi incansável no seu trabalho.
 
Assim, a solução que encontrei em Agosto foi usar e não usar o calendário diário. Optei por usar a totalidade do calendário para ensinar as estações do ano e a mudança de mês, bem como o recurso às atividades previstas para aquele dia em conjunto com as piolhas, apenas quando se tornava quase impossível fazer-me entender que iríamos fazer algo diferente. Ou seja, quando surgia alguma coisa nova ou eu queria alterar uma determinada rotina, recorria ao calendário. Nas demais atividades, não usei para evitar um enquadramento demasiado regrado e previsto/previsível. 
Confesso que deu muito jeito nos dias que se seguiram à partida da cadela Íris. E continua a dar muito jeito para evitar que caiam sempre nas mesmas atitudes quando saímos, principalmente o ir ao McDonald's...
Ainda não falei com o terapeuta acerca desta estratégia. 
O espaço usado para preparar o calendário é a lateral do meu frigorífico. Coloquei as folhas e os cartões com bostik, os cartões estão separados por mini-grips para evitar que se misturem e fica tudo em cima do frigorífico, bem a jeito de lhe pegarmos. Elas conhecem a simbologia e são parte integrante na sua elaboração. Amanhã, como é um dia especial, provavelmente recorreremos ao calendário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23

Síntese de "Embrasser le ciel immense"

por t2para4, em 30.03.11

Este livro foi uma das minhas mais recentes leituras. Não gostei muito, para ser sincera. Apesar de ter sido escrito por um austista de alto rendimento e de ter aprendido muita coisa e ter revisto outras que só lera e estudara na faculdade, acho que falta aqui aquele je-ne-sais-quoi que a Temple Grandin tem, por exemplo. Em português do bom, achei o autor um grande convencido.

 

Bem, de tudo o que li, acho que o mais importante a retirar são estes aspectos:

- ainda se tem a noção estereotipada (de esterótipo e não de esterotipia) de que um autista é um ser quase ET e que é igual ao que aparece nos filmes. O autor mostra que conseguiu ter uma evolução fantástica desde a sua infância, cheia de sinais tipicamente autistas e dificuldades de comunicação e relacionamento, até à idade adulta onde tem uma vida independente, uma carreira profissional, uma relação amorosa e amigos.

- quando se fala em autismo de alto rendimento pensa-se em génios mas com deficiências que acabam por ser visíveis. Hoje, essa visão é mais humana e bem menos estereotipada.

- a memória de um autista pode ser extraordinariamente boa em determinadas áreas mas mostrar "falhas" em outras, como por exemplo, no reconhecimento de rostos, devido à complexidade que é a figura humana. O autor faz também referência ao modo de pensar por associação (o que me lembrou muito as minhas piolhas que acabam, muitas vezes, por falar de coisas que ninguém percebe devido às associações mentais que fazem, por exemplo, "mãe, quedo mochila para banho" (=mãe, quero ir às cavalitas até ao banho))

- o autor fala também da lingaugem criptofásica dos gémeos. Se não fosse a terapia da fala acho que as minhas ainda hoje falariam assim... A verdade é que, sem ninguém entender uma única palavra do que elas diziam, elas entendiam-se e conversavam. E as suas conversas tinham trocas de turnos, interrogações, exclamações e possivelmente formas únicas de gramática porque não há linguagem sem gramática. Claro que havia sons semelhantes aos nossos mas era algo impressionante. Daniel Tammet fala disto mas acho que caba por complicar mais do que explicar devido ao exemplo que escolheu.

- antigamente pensava-se que a criatividade dos autistas era rígida e literal, formas de imitação dos outros. Nada mais errado pois estes individuos funcionam do mesmo modo que nós, não-autistas: somos criativos se algo nos chama a atenção!

- há, finalmente e ainda, a questão da causa de autismo ser devido às vacinas que se administram por volta dos 18 meses. O autor não concorda com este rumor e consequentes estudos que se lhe seguiram (e sinceramente eu também não. Não nego a relação entre mercúrio/autismo/outras doenças mas porquê em apenas algumas (poucas) crianças e não em todas, já que todas levam a mesma dose e a mesma vacina?)

 

Fica a síntese. Talvez ajude.

Boas leituras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens