Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estragaste? Agora sujeitas-te.

por t2para4, em 02.05.17

Algo que faço desde sempre com as piolhas é tentar incutir-lhes o sentido de responsabilidade e de as fazer perceber que não se estragam as coisas de propósito. E, quando isso acontece, de propósito entenda-se, alguém sofre as consequências dos seus atos. Nem sempre resulta à primeira, muitas vezes as piolhas não gostam mas têm de se sujeitar.

 

Umas das coisas que têm de perceber - a bem ou a mal - é que quem estraga, repara/paga/arranja. Já aconteceu com pequenas coisas como blocos de post-its com um familiar ou com um livro de casa que acabaram por ter que comprar com o dinheiro que tinham amealhado. Hoje aconteceu com um brinquedo do ATL. A uma das piolhas passou-lhe um gato preto p'los olhos e lembrou-se que a última moda em cavalos de brincar é pintá-los com verniz das unhas. A última vez que isso aconteceu cá em casa ficaram mais de um ano com uma Rarity e uma Celestia (poneis brancos de cabelos brilhantes) de cor verde jade. Só quando me fartei de ver os brinquedos assim é que, com paciência, lá limpei tudo com acetona). Ora, no ATL, não vai ser assim: estragou, pagou, ficou sem um dos seus brinquedos. Cá em casa tem tinha um igual. Vai direitinho para o ATL amanhã. E eu vou vê-la fazer a entrega e justificar-se.

 

Muito duro? Pois, se calhar, é; se calhar, até sou má mas, se calhar, fica a ideia de que a vida não é fácil e nem sempre lhe vão passar a mão pelo pêlo e que há consequências quando não se cumprem regras. 

 

É a vida.

 

 

 

 

 

---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:25

Fugir por uns minutos

por t2para4, em 01.06.16

Hoje foi um dia calmo. Tratei dos meus recados e haveres a pé, enquanto processava uma série de coisas e organizava ideias. E não me preocupava com o ter o carro mal estacionado ou com o espaço apertado para a manobra.

Fiz almoço enquanto arrumava algumas coisas e almocei na sala, de tabuleiro nos joelhos, a ver "Expedition Unknown" (enquanto, mentalmente, me perguntava quando raio na vida nós faremos uma "expedition known"...). E decidi ir buscar as piolhas mais cedo à escola. De surpresa. E ir para o parque, sem lhes dizer nem dar pistas. De surpresa.

 

E fomos. Foi uma surpresa sair mais cedo e ir brincar ao ar livre, de cara ao sol, de boné na cabeça. E estar ali, como se não houvesse responsabilidades... apenas... estar, por uns minutos.

 

IMG_3631.JPG

 

 

Já em casa, estamos entre pausas porque ainda há aulas e fichas e trabalhos: trabalhamos uns minutos e descansamos outros. Jantar a pedido: pizza com extra fiambre e extra queijo. Na mesinha da sala, em tabuleiros. E muita brincadeira. Porque, afinal, são crianças e, ao contrário de outras, as minhas crianças tiveram de ser ensinadas a brincar. Por isso, vou deixá-las aproveitar mais uns tempinhos...

 

 

 

 

 

 

---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:53

Tagarelice #50

por t2para4, em 16.05.16

Uma piolha, toda prá frentex, completamente desgovernada, ataca a trotinete com toda a fúria e...esbardalha-se. Rapidamente, levanta-se e saca de uma tirada à Valentim da Dra Brinquedos, "Eu estou bem!!!!".

A irmã rebenta à gargalhada e atira-lhe "Parecias que estavas na "Ciência da Estupidez"!"

 

Foi impossível não rir, tão lindo... A piolha ficou mesmo bem, apesar do joelho arranhado. Adoro joelhos arranhados, é sinal de que brincam muito e que caem e se levantam e brincam. E elas ficam sempre bem, na boa e divertem-se. É para coisas destas que o sol nos faz muita muita falta.

 

 

 

---------------- Estamos também no Facebook --------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Adivinha (das difíceis)

por t2para4, em 06.08.14

Ora, adivinhem lá, o que é, o que é, que parece uma base de um piaçava (ou piaçaba? ) mas não é?

Pista (muito importante): envolve poneis...

 

 (PS - just for the record, esta coisa nunca foi usada... Só precisava do escovilhão mas não se vendia em separado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:49

Tomem lá poneis com fartura!

por t2para4, em 30.12.13

As maravilhas de uma caixa de botas, a imaginação aliada à obsessão dos poneis e muita brincadeira. Tem sido assim de há muito tempo para cá e assim vai continuar, até que se encontre outra obsessão... 

 

 

 

Poneis everywhere!!!

 

Olhem, que se lixe... Antes assim. São elas mesmas, iguais a si mesmas, piolhas felizes.

 

 

 

BOM ANO!!!!!!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:26

... envia-nos caixotes. O que estará lá dentro?

Inicialmente, um monte de ferros, lonas, molas, plásticos, tubos, rede e cordeis. E eu e o marido a conjugar tudo aquilo perante o olhar atento e supervisor das piolhas.

 

Não foi complicado assemblar tudo mas deu para fazer exercício físico antes, durante e depois de tudo pronto!

 

 

Esta foi, sem dúvida, a parte mais complicada: é preciso força, jeito e paciência para puxar as molas...

 

E, quando tudo fica pronto... Voilà, um trampolim!!!!

E, vai daí, todos saltam!

 

Saltam as piolhas...

 

 

Salta o pai... 

 

Salta a mãe...

 

 

Saltam os amiguinhos mais velhos, gémeos, também...

 

 

 

E é tão interessante e tão bom ver a cumplicidade que aqueles dois pares de gémeos mantêm entre si, uma cumplicidade única e quase exclusiva de quem, realmente passa uma vida junta, desde o primeiro minuto.

è ainda melhor ouvi-los rir às gargalhadas, vê-los aos saltos e a fazer experiências acrobáticas, vê-los a brincar. E as piolhas a absorver tudo aquilo e a delirar com momentos tão simples, tão descontraídos, tão férias!!!

 

Obrigada, avô, pela criança que vive e viverá sempre dentro de ti. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

Um sábado bem mais calmo

por t2para4, em 06.04.13

Há já muito tempo que não me lembrava de uma saída que corresse tão bem. Não houve birras nem choros nem pedidos nem miados nem birras nem choros (já referi birras?). Estou tão desabituada à normalidade que até é estranho!

 

A manhã passou-se entre domesticidades da minha parte e muita brincadeira da parte das piolhas. Andaram toda a manhã de pijama eh ehe eh

No final de almoço, a prima C. desafiou-nos a irmos brincar para o parque infantil. E lá fomos. Parecia uma concentração de gémeas idênticas: as piolhas, as primas das piolhas e as filhas de uma nossa conhecida :) 

Tomaram o seu cafézinho e brincaram muito. A certa altura, fizeram amizade com uma menina que anda do 1º ano que trouxera uma trotinete e era ver aquela menina com a  maior das paciências e boa vontade a ensinar as piolhas a andar naquilo! Fiquei tão impressionada e tão feliz por as ver interagir sem qualquer dificuldade, acatar as informações dadas por aquela menina sem manhas nem fitas, obedecer ao que ela lhes dizia... Fiquei verdadeiramente feliz e muito muito mais aliviada. Quem diria que aquelas miúdas que viviam uma para a outra em exclusivo no seu mundo mágico sem permitir acesso a ninguém estariam hoje assim? Uau...

 

 

 

 

 

Quando começaram a chegar mais meninos, ficou mais confusão e viemos embora. Fomos desencaminhar a avô para vir às compras connosco (precisava de fazer as compras de mercearia para o mês e queria ajuda com as piolhas). Encontrámos mais um par de gémeos idênticos ah ah ah eles hoje dominam o panorama :)

Correu muito bem, ajudaram-me até a trazer as compras para casa. No final, achei que deveria recompensá-las por ter sido tudo tão fantástico. Eu sei, eu sei, elas são um cu de mimo e eu não facilito nada... Mas, que querem? É assim...

As piolhas ganharam mais um "my little pony" para juntar à já grande coleção.

 

As fotos seguintes foram tiradas pelas piolhas com o meu telemóvel. De dois poneis cada uma, empoleirados em cima do dispensador de especiarias, que fica sempre bem nas fotografias:

 

ao longo destes últimos tempos, talvez um  mês, já estamos assim:

 

 

Faço-vos as apresentações, ditas aqui ao meu ouvido pelas piolhas que aprenderam os nomes da bicharada ao ver os episódios na net. Da esquerda para a direita:

- Apple bloom

- Sweetie Belle ("É com duplo v está bem?", diz-me aqui uma)

- Sunshine Rays

- Cherry Berry (Pony ... deve ser apelido, p'r'aí)

- Rarity

- Lyra Heartstrings

- Twilight Sparkle

- Fluttershy

- Rainbow Dash

- Pinkie Pie

 

Aguardemos pelo final do dia para ver se acaba bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:50

Bora lá brincar

por t2para4, em 25.10.12

Se eu imaginava que as piolhas alguma vez fossem capaz de brincar assim? Desejava ardentemente que isso acontecesse!! Porque elas não sabiam brincar... Atiravam as coisas ao ar, desarrumavam, davam outras funções aos brinquedos que só faziam sentido nas suas cabeças... Agora já se notam brincadeiras com objetivos, com imitação, com jogo simbólico enriquecido. 

No outro dia, tivemos um piquenique. Acabei eu a arrumar tudo mas esta fase também já passou. Custou mas agora já são capazes de arrumar as coisitas delas e de não sairmos de casa sem as camas feitas e os brinquedos arrumados. Menos mal!

 

 

 

Recentemente, por influência da Barbie, houve uma encenação com direito a "en garde"! O trabalhão que a piolha teve para arranjar o galho indicado, tirar-lhe as folhas todas e alisá-lo até ele servir como espada. Foi fantástico.

 

 

 

Já conseguimos sentarmo-nos à mesa e trabalhar em livros de atividades e fazer grafismos e pôr o cérebro a ativar zonas importantes :) E o pai já consegue estar com elas nesses momentos, sem que haja focos de atenção dispersos. Acho que a grande evolução está nesta área.

 

 

 

As bonecas Barbie têm sido as eleitas das brincadeiras. Já contam com um total de 9 e já pediram para chegar ao 11 com mais 2 mas só para o Natal (comprámos-lhes umas bailarinas articuladas numa liquidação e elas vão delirar pois são as barbies do filme "as 12 princesas bailarinas") - olha o raciocínio matemático eh eh eh - mas acabam nuas pelas divisões da casa... E assim andam imenso tempo. Acho que é mal comum pois há muitas mães de meninas a queixarem-se do  mesmo. O que eu acho? Acho ótimo! Venham daí umas barbies nuas, então!

 

 

 

Mas também se passeiam bonecas porque as piolhas já estão demasiado grandes e pesadas para serem elas a estar naquele carrinho...

 

 

 

Mas... E há sempre aquele "mas" que eu tento desvalorizar mas que noto que existe... Não faço nada para as impedir e encaro aquelas "brincadeiras" como uma necessidade de regulação e como algo que as faz sentir bem, apesar de não ser "normal"... O mais notório é o desejo de continuar a fzer torres com os mais variados materiais (aqui foram as pedras do jardim dos meus pais... A foto é de janeiro mas este verão fizeram o mesmo) e o andar à volta no baloiço: sentam-se, à vez, no baloiço e ajudam-se uma à outra, enrolam o cordel até estar bem apertadinho e soltam. Ficam ali a andar à roda em vez de estarem a baloiçar... E saem na boa, sem estarem tontas nem nada! É desviante mas não lhes digo nada e deixo-as estar à vontade.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens