Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tagarelice #28, #29, #30, #31

por t2para4, em 24.02.14

Desta vez temos uma mão cheia de tesourinhos:

 

* À hora de jantar, falávamos da escola, do que almoçávamos e do que seria o jantar, do que queríamos comer e uma piolha pede batatas fritas de pacote. Disse que não e ela responde que vai buscar ao "romário". 

- Onde, filhota?

- Ali, ao lado (a espertinha já não repetiu a palavra porque topou que estava dita incorretamente)

- Na despensa. E diz-se "armário", filhota.

 

* Outra conversa de jantar:

- Ah, temos os poneis igual ao feitório.

- Ao quê? - dizemos eu e o marido em coro. Não percebemos o que seria "feitório" (aliás, eu até julgeui ter ouvido "ofertório") nem estávamos a captar o que seria pelo contexto.

- Igual como no feitório.

- E o que é um feitório, filhota?

- Então, é para comermos sopa, massa, carne...

- Ahhhh, re-fei-tó-ri-o! É assim que se diz! 

O marido rebolou logo os olhos e bufou, entredentes, "e andam elas a ter terapia da fala há anos para agora dizerem "feitório"". Mas, bufices à parte, gostei de ver o modo como nos fez entender o que estava a tentar dizer.

 

* Em momentos mais complicados e de agitação ou birras, deixamos as piolhas adormecerem na nossa cama e depois, quando vamos deitar-nos, fazemos a "transfega". Numa destas noites, estava eu a pegar ao colo uma das piolhas, ela abre os olhos, sorri e diz-me, numa voz toda melosa:

- Oh mãe, estou a voar...

Deu-me um ataque de riso tão grande que ia perdendo as forças. Achei delicioso! Ainda hoje sorrimos a pensar nesta saída dela. E ela não se lembra de nada.

Quando a deietie, dizia ela:

- Oh, obrigada mãe...

Tão bom.

 

* A última, fresquinha, de há pouco. Final do banho e de corte de unhas dos pés (algo que tanto eu como elas detestamos) e uma da spiolhas pergunta à irmã qualquer coisa, a que respondo eu. Fica logo toda empertigada e diz:

- "É a E. Não é a mãe. Quantas E. temos cá em casa?"

Topei logo a conversa de professora, porque, confesso, às vezes, também digo isto quando alguém fala fora da vez. E elas admitiram e desataram à gargalhada mas a irmã teve mesmo que responder! E eu de me calar!

 

Pequenos nadas que valorizamos tanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

Contador

AmazingCounters.com


Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Ferreiro a 24.02.2014 às 22:51

;) aqui estão as pequenas coisas a que prestamos atenção, não é?...
Imagem de perfil

De t2para4 a 24.02.2014 às 22:58

Aquelas pequenas coisas a que só nós prestamos atenção e que só nós valorizamos. Pequenos nadas, mesmo.
Sem imagem de perfil

De Silvana a 24.02.2014 às 23:24

ohhh elas estão o máximo.... é verdade valorizamos coisas que só nós sabemos e nos deliciamos com estas pequenas grandes coisas......
Beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor







Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Visitas


Translate this page


Mensagens