Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Papel, pedra, tesoura - ganha o papel

por t2para4, em 11.12.20
Era uma vez... uma escola. Uma qualquer escola.
Nessa escola, como em todas as escolas, há sempre documentos para elaborar, preencher, editar, ratificar, assinar. E imprimir.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, muitas vezes o que fazemos em versão digital passa para versão papel e regressa, novamente, à versão digital. Que depois é enviada em formato digital, nunca sem antes colocar a versão papel num qualquer dossier físico numa qualquer sala (ou até, como em muitos casos, numa versão duplicada, num dossier duplicado, num sala da casa do professor), para toda uma comunidade de professores cujos nomes aparecem por ordem alfabética na secção "para" do email.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, muitas vezes a mesma tarefa que fazemos, fazemos várias vezes, como se se tratasse de um castigo, em vários momentos diferentes. Geralmente, esses momentos coincidem sempre com os períodos de maior cansaço ou de final de período com avaliações e exames a decorrer.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, muitas vezes recebemos informações ministeriais - certamente governados por uma Umbridge sem varinha mágica, sem gatos, sem ter posto o pé numa sala de aula e sem noção) - ao estilo experiência científica com uma série de disciplinas e com legislação que ainda vem quentinha das assinaturas e impressoras da assembleia. E trata-se de tudo em versão digital e em versão papel.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, é requisito fundamental, sob compromisso de honra, saber nadar. Saber nadar num oceano de papel.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, muitas vezes o que fazemos não é visto pelos demais e temos os professores dessa escola - como de muitas outras escolas - a fazer noitadas, sem gin e sem margaritas, para elaborar, preencher, imprimir e assinar os documentos necessários, geralmente, para serem entregues para ontem.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, não há pagamento destas horas extra, não há ofertas de resmas de papel (mas há bué resmas de papel), não há oferta de toners ou tinteiros, nem sequer há palmadinhas nas costas como incentivo ou pequeno "deixa lá, vais conseguir, está quase".
Nessa escola, como em todas as outras escolas, muitas vezes o que fazemos é por amor à camisola, é por gostar da profissão.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, a palavra reinante não é "ensino" nem "aprendizagem" nem "inclusão" (o meu sonho e luta) mas sim "burocracia". BU-RO-CRA-CI-A.
Burocracia inútil, burocracia desnecessária, burocracia consumidora de tempo e de recursos, burocracia chata, burocracia muitas vezes desadequada, burocracia à portuguesa, burocracia em formato digita e em papel, burocracia duplicada/triplicada/quadruplicada.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, apesar da maravilha do mundo digital e tecnológico, temos de ter tudo em papel. E em dossiers. Papel em dossiers de papel. Papel por todo o lado, portanto.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, eu, como tantos outros professores como eu, já cospem papel pelos olhos e estão fartos de papel até à medula.
Nessa escola, como em todas as outras escolas, pedimos "socorro". (a menos que gostem muito de burocracia e, nesse caso, não há socorro para pessoas assim, lamento).
Podia ser uma história de terror para assustar alguém mas é a realidade. Pura e dura. De papel e em papel.
 
 
(imagem via @txitxaslife )
 

130747253_3444096752369551_1130388256080770047_o.j

 

-------------- Estamos também no Facebook e no Instagram -------------

publicado às 10:15

Direitos Reservados

Algumas das fotos publicadas neste blog são retiradas da Internet, tendo assim os seus Direitos Reservados. Se o autor de alguma delas discordar da sua publicação, por favor informe que de imediato será retirada. Obrigada. Os artigos, notícias e eventos divulgados neste blog tem carácter meramente informativo. Não existe qualquer pretensão da parte deste blog de fornecer aconselhamento ou orientação médica, diagnóstico ou indicar tratamentos ou metodologias preferenciais.


Mais sobre mim

foto do autor







Parceiros


Visitas


Copyright

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência. Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das identificadas www.t2para4.com/t2para4. Do mesmo modo, este blog faz por respeitar os direitos de autor, mas em caso de violação dos mesmos agradeço ser notificada.

Translate this page


Mensagens